Conheça os brasileiros que fazem sucesso no vôlei mundial

Reprodução/Facebook

Após terem sucesso na Superliga nacional, alguns atletas trocaram equipes brasileiras por grandes clubes do exterior. Tradicional destino dos jogadores, o vôlei da Itália perdeu espaço com a crise econômica no país e os brasileiros têm buscado outros lugares para jogar. Rússia, Turquia e outros países da europeus e Ásia estão entre os destinos escolhidos.

Veja como está a carreira de alguns jogadores que passaram pela Superliga e estão no vôlei internacional.

Sheilla

Depois de duas temporadas atuando em Osasco, a oposta da seleção brasileira está no Vankfbank, da Turquia. Apesar de ter experiência atuando fora do Brasil, Sheilla joga pela primeira vez na Turquia. Atualmente ela é a maior pontuadora da equipe, que além do título nacional é favorita a Liga dos Campeões da modalidade.

Bruninho

Depois de sair no meio da temporada passada devido à crise financeira do extinto time RJX, de Eike Batista. O levantador comanda o time do Modena, que é líder do campeonato italiano. Essa é a segunda temporada do jogador na equipe. Quando chegou no começo do ano passado, a imprensa local destacou como essencial a contratação do jogador.

Fernanda Garay e Fabíola

As duas jogadoras da seleção brasileira estão tendo a primeira experiência em terras russas. As jogadoras atuam no Dínamo Krasnodar. Para Fabíola, essa é sua primeira equipe fora do país. Já Garay disputou a temporada passada pelo Fenerbache, da Turquia.

Renan e Lukinhas

Considerado um das promessas do vôlei brasileiro, o oposto Renan deixou o país para atuar na Itália pelo Revenna. O jogador se destacou nos primeiros jogos pelo campeonato nacional, mas sofreu uma lesão no dedo da mão e teve a sua sequência positiva quebrada.

Quem está bem atuando no voleibol europeu é o líbero Lukinha, o jogador atua no time austríaco Hypo Tyrol. O atleta conquistou uma competição recentemente e ainda foi escolhido como melhor líbero da competição.

Joycinha

Campeã da superliga pelo Rexona-Ades, a oposta está atuando no vôlei da Coreia do Sul. Essa é a primeira temporada no país asiático pelo time Daejon KGC.

Clarisse

Revelada pelas categorias de base de Osasco, a ponteira está jogando muito bem pelo time francês, Venelles, onde na última temporada foi a melhor atacante da competição nacional.