Opinião: Corinthians volta a travar contra uma equipe da parte de baixo

Poderia ser pior. As esperanças haviam se minguado quase por inteiras quando Bruno Henrique empatou no apagar das luzes, mas, sobretudo pelos resultados dos concorrentes, à noite de sábado foi um desastre para o Corinthians.

LEIA MAIS
Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Cachorro invade campo e jogadores do Corinthians viram piada nas redes sociais; veja

A reclamação contra a arbitragem foi grande, mas não faz sentido. O juiz fez confusão, porém marcar um pênalti daquele em Luciano beirava o absurdo, e o gol de Anderson Martins estava impedido.

No chamado jogo jogado, o Coritiba atuou como quem não estivesse desesperado para escapar do rebaixamento, abriu 2 a 0 sob o ritmo de Alex, que já começa a deixar saudade. Categoria extrema.

Novamente o Timão travou diante de um time da parte de baixo da tabela, mostrou o futebol ocioso de sempre e ainda caiu para a sétima colocação em função das vitórias de Fluminense e Grêmio. Caso Internacional e Atlético-MG vençam, a distância para o G-4 aumentará para três pontos.

O Corinthians é a equipe dos “jogos grandes”. Das seis rodadas restantes, só enfrentará Grêmio e Fluminense em confrontos deste patamar. De resto, confrontos do tipo em que o time tem se dado mal.

Perigo à vista.

Foto: Getty Images



Estudante de jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e alucinado por futebol.