De quem é o mérito do sucesso Celeste?

Cruzeiro

Cruzeiro conseguiu o quarto troféu do Campeonato Brasileiro. Foi o segundo título consecutivo conquistado pela equipe Celeste no último domingo (23), jogo contra o Goiás, válido pela 36ª rodada do Brasileirão.

LEIA MAIS
Veja 8 jogadores que passaram pelo seu time e agora são campeões no Cruzeiro
Em programa de TV, dirigente afirma que Cruzeiro já está pronto para 2015

A conquista consolidou a boa fase que vive a Raposa. Maior número de vitórias e pontos conquistados, melhor ataque, melhor mandante e visitante. Muitos se perguntam, de quem é o mérito? Dos jogadores? Comissão Técnica? Treinador? Diretoria?

O segredo vem de um conjunto de combinações, quando desde o Campeonato de 2011, onde o Cruzeiro quase caiu para a Série B, a equipe passou por reformulações com nova diretoria e contratações. Em 2012 se manteve no meio da tabela. Porém os resultados começaram a surgir em 2013. Foram aparecendo do nada e com uma arrancada no fim do primeiro turno, o time conquistou o tri do Brasileirão.

Para o ano de 2014, poucas mudanças, mais capacidade técnica, jogando um futebol moderno e… não deu outra, foi tetracampeão.

Entretanto o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, dividiu o mérito pela conquista histórica do Cruzeiro. De acordo com o presidente, o apoio do torcedor foi vital, também compartilhou o mérito com a equipe de trabalho formada não só pelos jogadores, mas diretoria, comissão técnica e todos os que lutam pelo engrandecimento do Cruzeiro. Um grupo sério formado desde outubro de 2012.

“Foi à equipe que ganhou o título, a comissão técnica, diretoria, todo um trabalho de três anos. Um grupo montando em outubro de 2012. A gente está vendo a emoção de todos, prestigiando e fazendo muito. Ser coroado no primeiro triênio de trabalho com dois títulos do Brasileiro, o Mineiro, além de uma final da Copa do Brasil, não é para qualquer um”.

Foto: Getty Images



1.8 Mineira Belo Horizonte Estudante de Jornalismo Amo futebol