NBA: Análise da primeira semana de jogos

Getty Images

Faz exatos sete dias que a bola laranja subiu pela primeira vez na temporada 2014-2015 da NBA, tendo todas as 30 franquias jogado pelo menos duas vezes. Evidente que muitas coisas ainda podem mudar dos prognósticos feitos a seguir, já que ao longo de tantos meses na temporada regular, drafts e trocas de verão mexerão com os planteis, mas uma boa colocação passa muito por um bom início de temporada.

Vejamos o que os primeiros dias da liga norte-americana de basquete nos mostrou de positivo e negativo:

Pontos Positivos

Miami Heat

É sabido que a equipe mostrou irregularidade na pré-temporada (quatro vitórias e quatro derrotas) e enfrentou três adversários que inicialmente não devem causar problemas aos adversários, exceto o Washington Wizards.

Porém, o trabalho psicológico feito pelo competente e jovem técnico Erik Spoelstra deu uma verdadeira guinada no ânimo da equipe da Flórida. Ao perder os quatro primeiros jogos da pré-temporada, Spoelstra vem se mostrando bem mais participativo na questão tática, dando nova consistência ao time que ainda não sabe o que é perder desde o meio de outubro.

Golden State Warriors

Uma franquia que sempre carregou expectativa, mas que no fim das contas só o talento absurdo de Stephen Curry não resolvia. Assim como o Indiana Pacers fez na temporada passada e surpreendeu com um bom começo, a equipe de Oakland vem esbanjando categoria e Curry ganhou a companhia de peso de Klay Thompson, em grande fase desde a Copa do Mundo de basquete, onde saiu campeão junto com a seleção estadunidense.

Houston Rockets

O badalado elenco do Texas, que conta com estrelas como Dwight Howard, James Harden, Trevor Ariza e o lituano Daniel Motiejunas, parece ter resolvido sair das páginas de fofocas com as intrigas de Harden e seu ex-companheiro, Jeremy Parsons, ou a velha inimizade entre Dwight Howard e Kobe Bryant.

Com boas margens de vantagem sobre seus adversários e um envolvimento maior principalmente de James Harden com o jogo (menos displicente e mais eficiente), a equipe de Houston tem uma boa largada.

Pontos Negativos

Los Angeles Lakers

Sem dúvida a maior decepção de início da temporada. Apesar de ter colocado entre as equipes que poderiam atrapalhar o Cleveland Cavaliers em uma busca ao título, não imaginava que teria um começo arrasador. Porém, também não imaginava que acumularia um 0-4 com direito a tomar 20 pontos de desvantagem para o Phoenix Suns.

Realmente, a preocupação de Kobe Bryant deve aumentar a cada dia. Nem mesmo a experiência de atletas como Carlos Boozer e Steve Nash vem ajudando. Em seis meses, o técnico Byron Scott está tão perdido quanto seu antecessor, Mike D’Antoni, esteve em dois anos.

Utah Jazz

A última contribuição importante da equipe de Salt Lake City à NBA foi o desenvolvimento de Deron Williams, mesmo que o armador ainda não tenha deslanchado no Brooklyn Nets.

Além disso, as campanhas deprimentes nos últimos anos nos fazem perguntar até que ponto o continuísmo de Greg Miller como presidente irá afetar os desempenhos que fazem os torcedores suspirarem de saudade dos tempos de Andrei Kirilenko e cia.

Oklahoma City Thunder

Equipe que se acostumou a ter regularidade praticamente desde a sua filiação na NBA, em 2008, o Thunder começou a passos lentos a atual temporada, acumulando três derrotas e uma vitória apenas.

Uma equipe com presença constante nos playoffs e até mesmo em finais da NBA, com atletas do nível de Kevin Durant, Russell Westbrook e Serge Ibaka, não se pode dar ao luxo de ocupar o antepenúltimo lugar da conferência oeste. Abre o olho, Thunder !



Jornalista formado em 2012 pela FIAM e que tem paixão por esportes, destacando-se Futebol, MMA, Basquete e Automobilismo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports.