NBA: Saiba os times tradicionais com o maior jejum de títulos

NBA

Nos últimos anos, torcer para as franquias com maior tradição dentre as associadas a NBA, ao contrário da ordem natural, não tem sido uma missão fácil.

Em temporadas onde equipes com menor número de títulos tem prevalecido, o jejum de equipes como Boston Celtics, Chicago Bulls, Detroit Pistons, New York Knicks e Los Angeles Lakers chamam a atenção de quem acompanha o esporte da bola laranja.

LEIA MAIS
Novato da NBA deixa adversário desorientado com jogada INCRÍVEL

Visto isso, o Torcedores.com ajuda você a saber quem está há mais tempo sem soltar o grito de “É campeão!” na liga norte-americana:

5°- Los Angeles Lakers (2010): Apesar dos tempos atuais não darem grande esperança aos torcedores da franquia angelina, dentre os grandes, é o time com o menor jejum.

Em sua última conquista, Phil Jackson liderou a constelação que contava com Kobe Bryant, Pau Gasol, Ron Artest (hoje Panda Friend), Derek Fisher e Lamar Odom. Na final, a equipe da Califórnia devolveu a derrota de 2008 para o Boston Celtics e venceu as finais em um emocionante 4 a 3 na série melhor de sete.

4°- Boston Celtics (2008): O recordista em número de títulos da NBA (17 conquistas) também não está com um elenco atual que seja condizente a sua história, porém seus tempo sem levantar o caneco são de razoáveis seis anos.

Na oportunidade, o trio Kevin Garnett, Paul Pierce e Ray Allen tomaram conta da temporada, levando a equipe a um desempenho avassalador de 66 vitórias e somente 16 derrotas na fase de classificação, além de um 4 a 2 sobre o maior rival, Los Angeles Lakers, na decisão.

3° Detroit Pistons (2004): Com um péssimo começo de temporada, o Pistons está longe de findar seu hiato de conquistas da NBA, que já dura dez anos.

No seu último título, a franquia de Detroit tinha boas peças como Richard Hamilton, Rasheed Wallace e Darko Milicic, aliadas a genialidade de Chauncey Billups e do treinador Larry Brown. Na decisão, um imponente 4 a 1 pra cima do Los Angeles Lakers.

2° Chicago Bulls (1998): A franquia da “Cidade dos Ventos” é a única com real possibilidade de brigar pelo fim de sua “seca”, que já dura 16 anos. Na época de seu último grito de campeão, o maior nome de todos os tempos, Michael Jordan, ainda era a grande expressão de talento.

A sua facilidade com a bola nas mãos aliada a entrega de Scottie Pippen e Dennis Rodman, mesmo ambos com idade avançada, era o ponto de equilíbrio do time. Na final, o Bulls passou pelo Utah Jazz com o placar de 4 a 2.

1° New York Knicks (1973): A franquia que nunca saiu de seu lugar de origem desde a sua fundação, sendo uma das matriarcas da NBA, também detém a incômoda marca de ter o maior jejum dentre as equipes mais tradicionais: Já são distantes 41 anos sem títulos.

Em sua última conquista, o fato mais marcante foi a vitória heroica sobre o favorito Los Angeles Lakers na decisão, mesmo estando perdendo o jogo decisivo por 16 pontos. O feito foi de tamanha magnitude que todos os atletas da equipe titular tiveram seus números aposentados.

Foto: Getty Images



Jornalista formado em 2012 pela FIAM e que tem paixão por esportes, destacando-se Futebol, MMA, Basquete e Automobilismo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports.