Opinião: A evolução de Guerrero, o melhor centroavante do futebol brasileiro!

O peruano Paolo Guerrero chegou ao Corinthians em meados de 2012 sem chamar muita atenção. Poucos alvinegros acreditavam no sucesso do atacante andino. No final daquele ano, o camisa 9 sepultou de vez a desconfiança após dois gols no inesquecível Mundial de Clubes. Balançou as redes nas vitórias sobre o egípcio Al-Ahly e o inglês Chelsea. Foi eleito o melhor jogador da competição e entrou na galeria de ídolos do Parque São Jorge.

LEIA MAIS
Compare o desempenho do seu time no turno e no returno do Brasileirão
Em clima de decisão, Corinthians vence a retranca de Felipão

Guerrero disputou a sua primeira temporada completa em 2013. Fez 19 gols, cinco deles pelo Campeonato Brasileiro. Com o antigo treinador Tite, o atleta atuava fixo na área e pouco se movimentava.

Com Mano Menezes desde janeiro de 2014, o atacante mudou de estilo. Não se limita a esperar a bola chegar no ataque ou fazer o pivô e flui bastante pelos lados do campo. É o artilheiro do Timão no Campeonato Brasileiro com 11 gols e não fosse a sua eficiência, o time alvinegro não estaria brigando pelo G-4. Quando Guerrero está indisponível por conta de lesão, suspensão ou liberação para a seleção do Peru, o Corinthians sente muito a falta de seu principal atacante e pouco incomoda os adversários.

No returno, o camisa 9 fez gols contra São Paulo, Inter e Grêmio, concorrentes diretos à vaga na Libertadores-15 (Relembre abaixo os 11 gols). Contra o Tricolor Gaúcho, no último domingo, ditou o ritmo do time. Quando o placar apontava 0 a 0, o artilheiro enfileirou a defesa gremista e bateu rente a trave de Marcelo Grohe. Seria um dos gols mais bonitos do Campeonato Brasileiro. Pouco tempo depois, mesmo não pegando bem na bola, vazou Grohe e deu mais uma vitória ao Timão.

Por tudo que tem feito nos últimos meses, Guerrero é o melhor centroavante em atividade no futebol brasileiro, que atravessa uma entressafra de bons jogadores para a posição.

O torcedor alvinegro anda preocupado, já que o atacante pode estar com os dias contados no clube. Ele tem contrato com o alvinegro até metade do ano que vem e a partir de fevereiro de 2015 pode assinar um pré-contrato com qualquer clube. Até o momento, ambas as partes não entraram em acordo para a prorrogação do vínculo. No entanto, o artilheiro já demonstrou interesse em continuar no Timão. A novela terá um final feliz?

Os 11 gols de Guerrero no Campeonato Brasileiro 2014

Chapecoense 0 x 1 Corinthians – O gol da vitória

Corinthians 1 x 0 Cruzeiro – O gol da vitória

Corinthians 2 x 1 Inter – Abriu a contagem

Corinthians 2 x 0 Palmeiras – Abriu a contagem

Corinthians 5 x 2 Goiás – O primeiro gol corintiano (empate)

Grêmio 2 x 1 Corinthians – Gol de honra alvinegro

Corinthians 3 x 2 São Paulo – O gol da virada corintiana

Corinthians 3 x 0 Sport – O segundo gol corintiano

Inter 1 x 2 Corinthians – Abriu a contagem

Corinthians 1 x 0 Santos – O gol da vitória

Corinthians 1 x 0 Grêmio – O gol da vitória



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)