Opinião: Chapecoense merece elogios, mas não há explicação para o papelão do Flu

Chapecoense
Getty Images

Não há explicações para o que aconteceu hoje no Maracanã. Primeiramente, é justo e obrigatório elogiar a Chapecoense, time que somou quatro pontos diante do São Paulo, meteu cinco no Internacional e derrotou o Fluminense por duas vezes, com direito a mais uma goleada. Voltou à zona de rebaixamento na rodada passada, saiu novamente e, considerando todo o contexto, uma queda seria cruel.

LEIA MAIS:
Tabela do Brasileirão: Cruzeiro com a mão na taça; Palmeiras se complica
Fluminense x Chapecoense: Chape goleia no Maracanã

Tais méritos, no entanto, não apagam o papelão tricolor. Levar quatro a um em casa, com todo o respeito aos catarinenses, é inaceitável. Não há explicação para tamanho vexame.

A derrota de hoje foi a cereja no bolo de uma campanha repleta de altos e baixos, de uma equipe que por um momento ensaiou brigar pelo título, depois viu o G-4 ficar cada vez mais distante, recuperou-se, mas novamente decepciona.

A atuação do Fluminense nesta rodada foi algo tenebroso. Sem Wagner, suspenso, naturalmente o meio-campo perdeu um pouco de dinamismo, mas não seria esse o motivo para ser incapaz de mostrar o mínimo de organização de jogo.

Cristóvão Borges tem minha admiração, é um treinador moderno, estudioso, e que foge do lugar comum onde inseriram-se a maioria dos nossos “professores”. Porém, se a corda já estava bamba, ela poderá se arrebentar.

Campeão em 2010 e 2012, o Flu caiu em campo no ano passado e ganhou nova chance na Série A. Deveria aproveitá-la melhor.

Foto: Getty Images



Estudante de jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e alucinado por futebol.