Opinião: Torcida do Palmeiras meteu um 7 a 1 em Paulo Nobre na inauguração do Allianz Parque

torcida

Palmeiras x Sport foi o jogo de uma intensa polarização. Mas não entre os dois times que inauguraram oficialmente o Allianz Parque nesta quarta-feira (19), em São Paulo. A verdadeira oposição de forças ficou escancarada por todos os fatos que aconteceram neste 19 de novembro de 2014. De um lado, a torcida do Palmeiras. Do outro, a gestão do presidente Paulo Nobre.

LEIA MAIS
Mas já? Torcida picha portão do Allianz Parque após derrota

Presença

Quase 36 mil compareceram ao Allianz Parque para acompanhar a partida. E só não teve mais porque não era possível. Com toda a certeza, posso afirmar que se coubessem 70 mil pessoas naquele estádio, teríamos 70 mil palmeirenses vendo o jogo. E isso apesar do time horroroso montado pela atual diretoria.

Torcida 1 x 0 Paulo Nobre

Incentivo e apoio

O Palmeiras jogou mal em todos os mais de 90 minutos da partida contra o Sport. Uma atuação lamentável, deplorável. Jogadores que claramente não poderiam vestir a camisa de um clube tão vitorioso, como Felipe Menezes, Juninho, Wesley e Diogo, deram seus shows de horrores em campo. Mas o torcedor não deixou de gritar e incentivar em nenhum momento. Vaiou os jogadores substituídos, vaiou na saída para o intervalo, xingou e vaiou no fim do jogo. Mas fez sua parte enquanto era possível. Exemplar, vale dois pontos.

Torcida 3 x 0 Paulo Nobre

Esperança no futuro

O Palmeiras ganhou mais de 2 mil sócios-torcedores só nesta última semana. Ninguém vira sócio apenas por causa dos dois jogos que o time fará no Allianz Parque neste Brasileirão. Mesmo com um monte de jogadores horríveis em campo, o torcedor ainda acredita no futuro do clube e ajuda com sua contribuição mensal, que pode variar de 10 a 600 reais por torcedor. O clube deve arrecadar, segundo projeções do Movimento por um Futebol Melhor, cerca de R$ 20 milhões com o Avanti em 2015. De novo, o torcedor faz sua parte.

Torcida 4 x 0 Paulo Nobre

Renda

A arrecadação do Palmeiras com a abertura de seu estádio chegou a quase R$ 5 milhões. Mesmo com os preços altos em função do Allianz Parque ser uma novidade, o torcedor não teve medo de despejar toda essa grana para ver jogadores daquele nível em campo. Ponto para a torcida. De novo.

Torcida 5 x 0 Paulo Nobre

Comportamento na derrota

À exceção de uns poucos vândalos aloprados que picharam os portões do estádio novinho, a torcida do Palmeiras deu um show de comportamento. Xingou os culpados pelo vexame, vaiou, mas não passou dos limites. Não houve invasão de campo, nem arremesso de objetivos, ações que poderiam prejudicar o clube na reta final do Brasileirão. Mais dois pontos.

Torcida 7 x 0 Paulo Nobre

Austeridade

Se você gosta da gestão de Paulo Nobre, acha que este não é pior elenco da história em 100 anos de Palmeiras, considera que “austeridade” é a palavra mais adequada a se pensar na condução de um clube do tamanho da Sociedade Esportiva Palmeiras, pode comemorar esse gol. As dívidas parecem ter caído, movimento igual ao que o time parece querer fazer.

Placar final no Allianz Parque: Torcida 7 x 1 Paulo Nobre



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.