Palmeiras é o time menos produtivo do Brasileiro e isso explica muita coisa

Palmeiras

O Palmeiras vive um ano dramático. Em pleno ano de centenário e faltando apenas duas rodadas para o término do Campeonato Brasileiro o clube precisa de duas vitória para permanecer na elite do futebol brasileiro. E a atual situação do Alviverde tem uma convincente explicação baseada em dados da equipe na competição.

LEIA MAIS
Quem é o menos culpado pela atual crise do Palmeiras?
Entenda como o título do Atlético-MG pode prejudicar o Palmeiras no Brasileirão

Segundo dados do FootStats o Palmeiras é disparado o time que mais dribla no Brasileirão, são em média 18,8 dribles por partida com 76,34% de aproveitamento. É um número muito superior ao do campeão da competição Cruzeiro (10,42), ao do vice-lider São Paulo (11,69) e das outras equipes que estão brigando por vaga na Libertadores, Internacional (9,19), Corinthians (7,49) e Atlético-MG (12,08).

Apesar da ótima precisão com os dribles, o Alviverde é uma das equipes que mais perde a bola, em média são 56,64 perdas de posse de bola por jogo. Vitória e Coritiba, concorrentes do clube pela última vaga na elite estão melhores que o Palmeiras com 51,42 e 49,19 respectivamente.

A lateral do clube, sempre contestada pela torcida também comprova a falta de produtividade do time no campeonato. De 16,22 cruzamentos realizados por jogo, apenas 20% são certeiros no alvo.

Toda dificuldade do Palmeiras nesta temporada pode ser resumida pela falta de produtividade do time, que cria, dribla e finaliza como o campeão, mas é o time que mais perde a bola, que mais erra cruzamentos e tem o sexto pior ataque da competição.

De fato o Palmeiras se enfiou nesse buraco sozinho e agora, será que nas últimas duas partidas o Alviverde vai conseguir melhorar?