Procurado por Flamengo e Palmeiras, Rodrigo Caetano deixa o Vasco, mas espera voltar

Rodrigo Caetano

Rodrigo Caetano comunicou oficialmente sua saída do Vasco no próximo mês, quando Eurico Miranda assumirá o clube. O novo mandatário, apesar de já ter tecido duras críticas ao que ele chamou de os “doutores” do futebol, não é uma pessoa totalmente avessa ao trabalho de Rodrigo, mas no atual momento do Gigante da Colina não há espaço para ambos.

LEIA MAIS:
9 desculpas que seu amigo usa quando perde no FIFA
Árbitro carioca deixa o Rio de Janeiro e vai para Pernambuco; relembre suas polêmicas

Insatisfeito com tantos boatos em torno do seu futuro, foi Rodrigo quem convocou uma reunião com a nova administração. Após conversa com José Luiz Moreira, que será o novo vice-presidente de futebol do clube, ficou decidido que por questões orçamentárias o atual diretor-executivo será substituído por um dirigente amador (não remunerado) e da confiança de Eurico Miranda.

No entanto, Rodrigo Caetano deixou claro durante o anúncio da sua saída que espera um dia voltar a trabalhar em São Januário. Não custa lembrar que em 2012 o diretor-executivo trocou o Vasco pelo Fluminense, mas voltou após quase dois anos nas Laranjeiras. Agora, Rodrigo tem contatos não oficiais com o Flamengo e já conversou com as duas forças políticas do Palmeiras, que deve ser seu provável destino.

“Após reuniões que tive com a nova direção entendemos todos que o melhor caminho seria esse. Tenho um agradecimento muito especial ao clube que me deu essa grande oportunidade de apresentar um pouco do meu trabalho no Rio, uma das maiores instituições do futebol brasileiro. Minha saída não está associada a qualquer tipo de falta de afinidade, é uma questão de filosofia, orçamentária. O José Luiz Moreira (novo vice de futebol) veio aqui hoje a um pedido meu para definir essa situação para que parasse de uma vez por todas a informalidade. Todos nós que trabalhamos e temos carinho pelo Vasco carregamos sempre isso no coração, que o clube volte forte. É o desejo de quem sai e de quem entra. Espero, quem sabe, um dia poder retornar novamente”, informou Rodrigo Caetano