Rosberg faz a pole nos Emirados e coloca fogo na disputa com Hamilton

Crédito da foto: Mark Thompson/Getty Images

O alemão Nico Rosberg deu um show na parte final do treino classificatório para o GP dos Emirados Árabes, neste sábado (22), e garantiu a pole position, depois de ser constantemente batido pelo companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton. Os dois pilotos da Mercedes disputarão o título neste domingo, e Rosberg precisa vencer e tirar uma vantagem de 17 pontos de Hamilton. Ou seja, o inglês teria que chegar no máximo em terceiro lugar.

LEIA MAIS
Você acha justo o sistema de pontuação dobrada na F1?

A esperança de Rosberg está nas mãos da equipe Williams. O finlandês Valtteri Bottas larga na terceira posição, enquanto o brasileiro Felipe Massa é o quarto colocado. A Red Bull foi a terceira força no treino deste sábado, colocando Daniel Ricciardo em quinto, e Sebastian Vettel em sexto. Daniil Kvyat, da Toro Rosso, foi o sétimo. Jenson Button, da McLaren, fechou em oitavo. As Ferraris de Kimi Raikkonen e Fernando Alonso, nessa ordem, completaram os dez primeiros.

Com a volta da Caterham, que ficou fora dos GPs dos Estados Unidos e do Brasil, o sistema de classificação sofreu nova modificação. Desta vez, cinco pilotos, e não quatro, eram eliminados por trecho da sessão. Na primeira, os dois carros da equipe que retornou à F1 foram eliminados de cara. Caíram fora também os pilotos da Lotus, Pastor Maldonado e Romain Grosjean. Completando a lista de eliminados no Q1, apareceu a Sauber de Estéban Gutierrez.

Nessa primeira sessão, a Williams se aproximou da Mercedes com o tempo de Felipe Massa, pouco mais de 0s200 atrás do líder Lewis Hamilton. No Q2, o time inglês voltou a assustar a equipe alemã. Hamilton liderou novamente, mas Massa e Bottas conseguiram ficar à frente de Nico Rosberg, um cenário que seria terrível para o alemão, que precisa tirar uma vantagem de 17 pontos de seu companheiro no Mundial de Pilotos.

No Q2, foram eliminados Kevin Magnussen, da McLaren, Jean-Eric Vergne, da Toro Rosso, Sérgio Perez e Nico Hulkenberg, da Force India, e Adrian Sutil, da Sauber.

Na última e decisiva parte do treino classificatório, Nico Rosberg mostrou sua força e garantiu os melhores tempos do fim de semana. O piloto da Mercedes fez a pole position com uma volta de 1min40s480, quase meio segundo mais rápido do que Hamilton, que ficou com o segundo lugar.

A Williams larga na segunda fila. Felipe Massa errou na volta final e acabou sendo um décimo de segundo mais lento do que o companheiro Valtteri Bottas. Os dois carros da equipe inglesa ficaram bastante atrás das Mercedes no Q3, depois de se aproximar na maior parte da sessão. A Nico Rosberg, que precisa vencer e torcer para Hamilton chegar em terceiro lugar, para ser campeão, é fundamental que uma das Williams esteja competitiva em relação ao piloto inglês.

O GP dos Emirados Árabes começa neste domingo (23) às 11h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Globo. A prova será a primeira, e talvez única, a ter pontuação dobrada na decisão de um título na Fórmula 1. Hamilton só precisa confirmar o segundo lugar conquistado no treino para ser campeão.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.