São Paulo x Figueirense: fomos além e mostramos o que não passou na TV

Acompanhamos o jogo entre São Paulo x Figueirense desde a chegada no Morumbi, Cícero Pompeu de Toledo, por ser jogo de praticamente uma torcida só o ambiente estava tranquilo, muitas famílias, crianças e mulheres indo acompanhar o último jogo de Kaká em casa.

LEIA MAIS
Classificação do Brasileiro: Veja as definições desta e o que ainda resta para a última rodada

O clima era de total descontração, todos estavam animados e confiantes em mais uma vitória e com isso a garantia do vice-campeonato. A torcida estava feliz com a renovação de Rogério Ceni e orgulhosa do ano tricolor, mesmo sem títulos o time foi longe nas duas competições em que disputou no segundo semestre e antes da bola rolar a torcida fez questão de exaltar o ‘time de guerreiros’. Importante ressaltar também a homenagem da torcida ao técnico Muricy Ramalho cantando parabéns ao comandante que hoje completou 59 anos.

São Paulo2

Com a bola em campo o primeiro tempo deixou muito a desejar, ambas as equipes estavam inseguras, sem profundidade, o jogo foi amarrado nos 45 primeiros minutos. Fato que deixou a torcida tricolor preocupada, nenhuma chance de gol criada na primeira metade do jogo.

Aparentemente o São Paulo concordou que o jogo estava monótomo e sem velocidade e pediu para molhar o gramado para o segundo tempo.

Parece que a estratégia funcionou e no segundo tempo o jogo voltou a mil por hora, logo no início da segunda etapa Pablo perdeu um gol incrível, frente a frente com Rogério chutou e acertou o travessão. O São Paulo respondeu na mesma moeda, Luís Fabiano disparou um forte chute da entrada da área e balançou o travessão de Tiago Volpi.

O gol tricolor foi conquistado através de uma jogada que Muricy exalta bastante, ‘Muricyball’, bola parada. Osvaldo cobrou escanteio na medida para Edson Silva cabecear firme para o fundo do gol do Figueirense, sem chances para Tiago Volpi.

Em seguida, o Figueirense teve William expulso, após falta em Kaká, os três pontos pareciam garantidos para a equipe mandante, eis que em uma bobeira da zaga tricolor o ex-São Paulino Mazola empata a partida. Edson Silva recuou mal a bola para Rogério Ceni que tentou sair jogando com um chapéu no atacante do Figueira, a bola sobrou para Mazola que só teve o trabalho de empurrar para as redes São Paulinas.

A vitória não veio, mas o tricolor garantiu o vice-campeonato com a derrota do Corinthians.

Após o jogo houve queima de fogos para Kaká, o jogador retribuiu o carinho da torcida e do clube indo até o símbolo do São Paulo para agradecer.



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.