Arsenal de Wenger é o pior em 30 anos. Ele ainda estaria empregado no Brasil?

salários
Getty Images

Arsene Wenger está no Arsenal desde 1996 e revolucionou o futebol do clube londrino. O francês deu preferência a jogadores rápidos e habilidosos e assim conquistou inúmeros títulos para os Gunners. Porém, a atual temporada mostra que o fim da linha está chegando para o treinador.

LEIA MAIS
Torcedor do Arsenal é preso por jogar vinho no banco do United
Torcedor “homenageia” técnico do Arsenal com bolo assustador

Com apenas 17 pontos nas 12 primeiras rodadas do Campeonato Inglês e a modesta 8ª colocação, este é pior início de temporada desde 1982. A derrota para o Manchester United no último fim de semana serviu para deixar ainda mais claro a insatisfação do torcedor com Wenger.

Além disso, o time conseguiu avançar para as oitavas de final da Liga dos Campeões, mas dificilmente ficará em primeiro no grupo – o Borussia Dortmund tem vantagem – e pegará um rival mais forte no mata-mata.

O Arsenal encerrou na temporada passada um jejum de dez anos sem títulos relevantes com a conquista da Copa da Inglaterra, mas a seca de títulos do Inglês chega a 11 anos. O fato é que um clube tradicional e que tem dinheiro para investir está atrás dos rivais Chelsea, Manchester City e Manchester United.

Wenger era acusado de não investir em jogadores renomados e dar preferência a jovens que evoluem com a camisa do Arsenal e que depois são vendidos. Mas nas duas últimas temporadas foram quase 100 milhões de euros com Ozil, Alexis Sanchez e Danny Welbeck, por exemplo.

Com contrato renovado até 2017, as especulações são fortes de uma possível mudança de comando do time. Desde 1996, são três Campeonatos Inglês, cinco Copas da Inglaterra.

Será que se Wenger comandasse um time brasileiro e ostentasse esse retrospecto, ainda estaria empregado?



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.