Cobiçado, Malcom é comparado a Neymar pelo The New York Times

Malcom
Divulgação

O garoto Malcom, do Corinthians, despontou na Copa São Paulo de Futebol Junior de 2014 e demorou para poder ser relacionado por Mano Menezes no elenco principal do Timão. Porém, estreou e convenceu a torcida e também clubes europeus pelo seu bom futebol. Especulado na Europa, o jornal americano The New York Times fez uma comparação da promessa com Neymar.

LEIA MAIS
Corinthians responde provocação do Fluminense e garante proposta por Conca
Opinião: Como será o Corinthians para 2015?
Corinthians retoma quarta posição em número de sócios-torcedores

A longa matéria que deveria exaltar também o Corinthians por ter revelado uma promessa, apenas expõe Malcom como mais um dos jovens que podem deixar o país. Citando o perfil do garoto de 17 anos, como idade e altura, o famoso jornal americano inicia sua matéria colocando a frase de Zico, onde na entrevista para um colunista ele explica a decadência do futebol brasileiro pela venda de jovens muito cedo.

“O maior problema do Brasil é que viramos exportadores de talentos do futebol. Clubes da Europa tiram os talentos daqui. Garotos brasileiros de 14 ou 15 anos vivem hoje na Europa. Eles passam o auge da carreira lá e depois voltam para onde começaram a jogar”, disse Zico ao jornalista Shobhan Saxena.

Logo depois o The New York Times elogia a velocidade, inteligência e “feitiçaria” de Malcom com a bola nos pés. E ressalta que a maneira do corintiano jogar lembra Neymar. Na sequência, o veículo diz que a habilidade do jogador já chamou atenção de potências da Europa como: Barcelona, Chelsea, Manchester City, United, PSG e Shakhtar Donetsk, que já conta com uma legião de brasileiros.

Os boatos de que o Corinthians pode perder Malcom pode ser sim real. O atleta já viajou para o exterior com seu empresário e o que facilitaria sua saída é que de 100% do passe do jogador, o Timão só possui 30. Isso porque o clube teve que vender partes dele para poder pagar o volante Ralf.

 

 



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.