Henry reflete sobre futebol, cultura e o que aprendeu no Red Bulls

Getty Images

Henry já está em Londres. O craque francês voltou para a cidade onde jogou os melhores anos de sua carreira como jogador para ser comentarista da Sky Sports. Mas antes de deixar a cidade que o abrigou por cinco anos, concedeu entrevista dentro do vestiário do NY Red Bulls e refletiu sobre os anos em que esteve jogando futebol nos Estados Unidos.

LEIA MAIS:
Depois de contratar Lampard e Villa, New York City quer De Rossi

Henry nunca perdeu o jeito de ser. Em sua última entrevista como capitão dos Red Bulls, explicou tudo o que pensava e falou com a franqueza de sempre. Com a missão cumprida, o francês comentou desde sua chegada à Nova Iorque, sofrendo com as seguidas lesões, até o último jogo desta temporada contra o New England Revolution. As partes mais marcantes da entrevista foram quando o agora ex craque falou sobre a mudança na cultura da equipe e como o crescimento da MLS afetou a cultura dos torcedores. “Mudou muito. O jogo mudou, a Liga mudou. Hoje os clubes tem seus próprios estádios e você vê os torcedores usando as camisas das suas equipes. No começo você via alguém indo ao estádio com a camisa do Madrid ou do Barça ou qualquer outra. Legal, você ama futebol, mas não poderia usar a camisa do seu time? Mas cada vez mais agora você vê as pessoas no estádios usando a camisa dos seus times orgulhosamente”, contou Henry quando comentava suas primeiras impressões ao chegar no país.

Sobre a mudança na cultura da equipe, Henry se sente orgulhoso em deixar um clube que passou de sonho a realidade. A evolução do Red Bulls é nítida para quem acompanha a Major League Soccer, principalmente depois de contratações importantes que alavancaram de vez a equipe, como Wright-Phillips, mas para Henry essa mudança pode ser vista nos torcedores: “Eu acho que esse grupo, que por tantas vezes deixou a desejar mas que mudou isso do ano passado para cá, agora sente a mudança em seus torcedores. Agora eles acreditam que esse grupo e essa equipe podem vencer. Se voltarmos atrás no jogo em que disputamos recentemente, poderíamos ter vencido o New England. Não vencemos, mas tudo bem – o sentimento em torno da equipe é de que eles acreditavam e isso é incrível”.

Confira abaixo a última entrevista completa de Henry:

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista Esportivo formado pelo Mackenzie e pela UCLA com passagem pela Rádio Bandeirantes, fundador do perfil Arquivo do Futebol (@futebolarquivo) e jornalista do MLS Brasil. Escreve para o Torcedores.com desde 2014. Twitter: @paulogcanova