Juninho marca golaço e coloca LA Galaxy em mais uma decisão da MLS Cup

Com golaço do brasileiro Juninho, o LA Galaxy conquistou a vaga inesperada na decisão da MLS Cup, enquanto o NE Revolution mostrou consistência e eliminou NY Red Bulls de Henry. Talvez nunca antes na história da Major League Soccer as semifinais dos Playoffs tenha reunido tantos craques e tenha proporcionado tanta emoção para o torcedor.

LEIA MAIS
Atacante francês Thierry Henry anuncia saída do NY Red Bulls

Se de um lado, Henry e os Red Bulls tentavam provar que era possível reverter o placar que Jermaine Jones conseguiu para o Revolution, de outro, Landon Donovan não queria se aposentar perdendo na semifinal e precisava mostrar o peso da camisa que o Galaxy tem contra Clint Dempsey e a apaixonada torcida dos Sounders.

O jogo de sábado entre New England Revolution e New York Red Bulls foi intenso, como se esperava. A missão era dura e mesmo com o gol de Tim Cahill aos 26 minutos para o Red Bulls, o Revolution ainda se classificava para a grande final. Com o gol de Charles Davies no final da primeira etapa então, o sonho ficou praticamente impossível.

Luyindula fez o gol da virada e Davies ainda anotaria mais um aos 25 minutos da etapa final, deixando Henry e seus companheiros sem reação. Mesmo com o empate em 2X2, a boa equipe do New England conquistou a merecida vaga na final e promete dar trabalho em sua quinta participação na decisão.

No domingo, a partida entre Seattle Sounders e La Galaxy invadiu a madrugada dos torcedores brasileiros iniciando à 00h20. A vitória por 1 x 0 no primeiro jogo deixou o Galaxy confortável até demais e as chances perdidas enquanto tiveram o controle do jogo nos minutos iniciais, custaram muito caro. Brad Evans marcou com passe de Clint Dempsey que, poucos minutos depois, também deixou sua marca contando com falha de Jaime Penedo.

Empurrados por uma torcida de 46,758, o maior público na história dos Sounders em uma partida de Playoff, a equipe de Seattle teve o total controle do jogo e Dempsey fez uma de suas melhores partidas na temporada. Porém, do outro lado, um motivado Landon Donovan que não queria encerrar a carreira perdendo a semi final na casa do adversário, correu muito e motivou sua equipe.

A dificuldade do Galaxy não era apenas jogar contra a mais fanática torcida da MLS. Em toda a temporada, a média de gols da equipe californiana contra o Seattle é de 0,83, ou seja, menos de um gol por partida. Justamente o gol que colocaria o Galaxy em mais uma decisão. Mas Juninho roubou a cena e o último jogo em que Donovan e Dempsey dividiram o mesmo campo foi lembrado por um golaço do brasileiro.

Após rebote em escanteio, o volante pegou de primeira, a bola tocou na trave e entrou sem chances para o goleiro Frei. O gol salvador fechou o placar em 2×1 e colocou o LA Galaxy na sua nona final, atrás do quinto título da MLS Cup.

A final de jogo único entre Los Angeles Galaxy e New England Revolution será no dia 7, às 18h.

Confira o golaço de Juninho:



Jornalista Esportivo formado pelo Mackenzie e pela UCLA com passagem pela Rádio Bandeirantes, fundador do perfil Arquivo do Futebol (@futebolarquivo) e jornalista do MLS Brasil. Escreve para o Torcedores.com desde 2014. Twitter: @paulogcanova