Atacante francês Thierry Henry anuncia saída do NY Red Bulls

Getty Images

Após derrota para o New England Revolution, o craque francês anunciou que não será jogador do NY Red Bulls em 2015. A expectativa para o jogo da volta era enorme. Duas grandes equipes do campeonato recheadas com grandes talentos individuais iriam decidir quem seria o representante da Conferência Leste na MLS Cup Final contra Seattle Sounders ou LA Galaxy.

LEIA MAIS
Mercado da bola: PSG e Monaco querem Henry para a próxima temporada

O empate por 2 X 2 que deu a vaga para o Revolutions e foi apenas o primeiro golpe que o torcedor dos Red Bulls teve que enfrentar. Nesta segunda-feira pela manhã, o craque e capitão do time, Thierry Henry, anunciou pelo seu Facebook que não será mais jogador da equipe em 2015:

“I am taking this opportunity to announce that unfortunately Saturday was my last game for the New York Red Bulls. The decision has always been that I would leave after the duration of my contract and although that was never going to change, I didn’t want it to distract from the progress of the team.

I have immensely enjoyed my four and half years here and would like to thank everyone involved with this club who has made my time here so enjoyable.

Thanks must go particularly to Erik Soler, Hans Backe, Gerard Houllier, Andy Roxburgh, Mike Petke, all my team mates, the technical staff, medical staff, all the personnel who work for the Red Bull organisation, the MLS and of course the owner Mr Mateschitz whose vision and passion brought me to this wonderful city.

A special mention must go to the Red Bull fans who have supported this team through the good, the bad and the ugly times in the sun, rain and snow. You guys have really meant a lot to me and thank you for all your wonderful support.

I will now take the next few weeks to reflect and decide on the next chapter of my career.

Thank you all

Thierry Henry”

Resumidamente, Henry disse que o final de seu ciclo no NY Red Bulls estava diretamente ligado ao final de seu contrato, mas que não queria distrair a equipe nos Playoffs com seus assuntos pessoais. Além de agradecer a toda a diretoria, comissão técnica e médica do clube, Henry fez um agradecimento especial aos torcedores que “apoiaram a equipe nos bons, maus, e horríveis momentos faça sol, chuva ou neve.”

Um verdadeiro ícone do Red Bulls, Henry agora deixa o que ele próprio ajudou a construir. Contratado na metade de 2010, depois de passar pelo Barcelona, ajudou a trazer público a recém construída Red Bull Arena em 2010. Dando um toque de (muita) qualidade à equipe, vestiu a camisa por 122 vezes durante 4 temporadas e meia, marcando 51 gols e dando 42 assistências. Henry também conquistou 3 títulos pelos Red Bulls: Supporters’s Shield em 2013 e Campeão da Conferência Leste em 2010 e 2013.



Jornalista Esportivo formado pelo Mackenzie e pela UCLA com passagem pela Rádio Bandeirantes, fundador do perfil Arquivo do Futebol (@futebolarquivo) e jornalista do MLS Brasil. Escreve para o Torcedores.com desde 2014. Twitter: @paulogcanova