Após punição, dupla da Mini retoma a liderança do Rally Dakar

Nasser Al-Attiyah e Mathieu Baumel venceram na tarde desta segunda-feira (5) a segunda especial da 37ª edição do Rally Dakar, disputada entre Villa Carlos Paz e San Juan, na Argentina. Correndo com um Mini, a dupla percorreu os 518 quilômetros da etapa em 5h04min50s. O resultado rendeu ainda a liderança geral da prova ao duo, que foi punido em dois minutos na abertura do rali.

LEIA MAIS:
Argentinos vencem primeira especial do Dakar; atual campeão abandona

A segunda colocação da etapa ficou com o Toyota conduzido pelo sul-africano Giniel de Villiers e o alemão Dirk von Zitzewitz, que concluíram o trecho do dia 8min30s mais lentos em relação aos vencedores. O holandês Bernhard Ten Brink e Tom Colsoul, também com um Toyota, fecharam a lista dos três primeiros colocados.

Quem não foi bem neste segundo dia de provas foram os argentinos Orlando Terranova e Bernardo Graue, vencedores da especial que abriu o Dakar 2015. A dupla da Mini ficou com a nona colocação do dia, 24 minutos atrás dos líderes. O atraso aconteceu por conta de um capotamento ocorrido após o carro da dupla portenha ter dois pneus furados.

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad se recuperaram do primeiro dia ruim e completaram a especial em 5h39min06s, tempo suficiente para colocar a dupla da Mitsubishi na 16ª colocação do dia. Já Edu Sachs, navegador do português Ricardo Leal foram os 29º melhores do dia.

Após as especiais de hoje, Al-Attiyah e Baumel lideram o Dakar, com 6h19min40s, mais de sete minutos a frente dos segundos colocados De Villiers e Von Zitzewitz. Ten Brinke e Colsoul aparecem em terceiro. Spinelli e Haddad subiram para o 15º lugar, 39 minutos atrás dos líderes, enquanto Leal e Sachs seguem no 26º posto.

Espanhol domina nas motos

Joan Barreda Bort assumiu a liderança do Dakar nesta segunda-feira, ao completar os 518 quilômetros do dia em 5h16min06s, pilotando uma moto Honda. O português Paulo Gonçalves, também com um equipamento da fabricante japonesa, foi o segundo colocado, distante 6min13s do vencedor. Ruben Faria, da KTM, completou a lista dos três primeiros.

Barreda ainda viu seus principais rivais se atrasarem: Marc Coma, que esteve em segundo até o último posto de controle, mas teve problemas com um dos pneus e terminou em oitavo. Já Sam Sunderland, vencedor da especial de domingo, saiu da rota após o último check point e perdeu mais de duas horas, terminando a etapa apenas na 72ª colocação.

Único brasileiro a competir entre as motos, Jean Azevedo concluiu o segundo dia de provas do Dakar na 30ª colocação, com o tempo de 6h37min51s.

Após a segunda especial, Barreda é o novo líder nas motos, com 7h06min44s, mais de quatro minutos a frente de Gonçalves, segundo colocado. Ruben Faria é o terceiro, enquanto Jean Azevedo agora aparece na 28ª posição, 56 minutos atrás do líder.

Polonês vence nos quadriciclos

O polonês Rafal Sonik, um dos principais candidatos a vitória entre os competidores de quadriciclos, venceu a segunda especial do Dakar, completando o trecho em 6h49min24s. O atual campeão Ignacio Casale foi o segundo colocado, 3min30s atrás do vencedor. Sérgio Lafuente completou a lista dos três primeiros.

Com os resultados de hoje, Sonik passou para a liderança do Dakar, com 8h27min39s, dois minutos a frente de Casale, agora segundo colocado. Lafuente completa a lista dos três primeiros.

Nos caminhões, primeira vitória russa

O trio liderado pelo russo Eduard Nikolaev dominou a especial desta segunda especial do Dakar. O piloto da Kamaz concluiu o trecho cronometrado do dia em 3h34min01s, 46 segundos a frente do bielorusso Siarshei Viazovich, da Maz. Outro russo, Airat Mardeev levou seu Kamaz para o terceiro lugar da especial.

A liderança entre os caminhões segue com o holandês Stacey Hans, com 5h06min11s, apenas 20 segundos a frente de Nikolaev. O tcheco Martin Kolomy é o terceiro colocado.

Nesta terça-feira (6) a caravana do Dakar sai de San Juan em direção a cidade de Chilecito, ainda na Argentina, onde percorrerão 284 quilômetros de trecho especial e 542 de percurso total.

Foto: François Flamand/DPPI



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.