Fernanda Gentil fala sobre mulheres no futebol: “grande minoria”

Fernanda Gentil conquistou o Brasil com carisma e conhecimento sobre o meio esportivo durante a cobertura da Copa das Confederações em 2013. A partir daí, assumiu seu espaço ao lado de grandes nomes do Esporte da TV Globo. Aos 28 anos, a jornalista é considerada musa no jornalismo esportivo. O currículo é extenso. Fernanda trabalhou na TV Esporte Interativo como repórter e apresentadora, SporTV e hoje além de apresentar eventualmente o Globo Esporte, é titular no Placar da Rodada do Jornal da Globo.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Segundo cartola, Conca nunca teve proposta do Palmeiras
Jon Jones fará reabilitação após exame antidoping apontar uso de cocaína

Com tanto reconhecimento, fica difícil dizer que mulher não entende nada de futebol, não é mesmo? Para Fernanda não. A apresentadora participou do programa “Estrelas”, comandado por Angélica e contou um pouco do que é ser mulher e falar de esportes, principalmente de futebol, ambiente historicamente de predominância masculina.
“Nunca enfrentei nenhum preconceito por ser mulher, por ser loira, nem por nada. Mas você sente que é a grande minoria no meio do esporte”, conta Fernanda.

A apresentadora assume que culturalmente, os homens tendem a entender e acompanhar mais o futebol do que as mulheres. “Eles seguem mais de perto, frequentam mais os estádios, por isso têm mais intimidade com o esporte”, reconhece com humildade.

Para ela, essa diferença tende a diminuir, já que o mercado de trabalho no meio esportivo está cada vez mais sendo tomado por mulheres: “e isso só prova que essa mistura está dando certo. São dois olhares diferentes, são dois textos diferentes. Os dois se completam e nenhum elimina o outro”, finalizou Fernanda.



Curiosa por natureza e jornalista de formação. Sou autora do livro Palmeiras - O Brasil de coração italiano. Escrever sempre foi um hobby e vender por meio da mensagem tornou-se profissão. Formada desde 2012, hoje me especializo em Comunicação de Marketing em Mídias Digitais.