Gabriel chega ao Palmeiras e afirma: “Escolhi o Palmeiras, primeiramente, pela camisa”

Foto: Ag.Palmeiras/Divulgação

Um dos reforços mais comentados do Palmeiras para 2015 foi a contratação do volante Gabriel, ex-Botafogo, por empréstimo de duas temporadas junto ao Monte Azul-SP. O jogador, que chegou ao clube a pedido de Oswaldo de Oliveira, seu treinador no Alvinegro Carioca, afirmou ter escolhido o Palmeiras pela camisa do clube.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Veja os jogadores que seu time NÃO deve contratar
Mercado da bola: Palmeiras deve acertar com João Paulo, ex-Flamengo

Gabriel acionou a Justiça Trabalhista para requerer a quebra de seu vinculo com o Botafogo. A atitude pegou a diretoria carioca de surpresa, pois se acreditava que o volante seria negociado pelo próprio Botafogo e não sem clube.

Passada a fase imediata após a decisão judicial, os dirigentes botafoguenses desejavam conversar com Gabriel e fazê-lo mudar de ideia. O objetivo não era convencê-lo a ficar em General Severiano, mas encontrar uma maneira pela qual o clube poderia ser ressarcido em uma inevitável negociação. O volante, no entanto, não aceitou sequer se reunir com a diretoria botafoguense e assinou com o Palmeiras.

Os motivos que o fizeram aceitar a proposta são vários e foram por ele explicado ao site oficial do clube paulista:

“Escolhi o Palmeiras, primeiramente, pela camisa que o clube tem. Uma camisa de muitos títulos e é uma honra estar vestindo. Foi isso e o planejamento que fizeram, então, eu, juntamente com meu empresário e minha família, decidi vir pra cá. Estou de corpo e alma aqui para dar o meu melhor, conquistar títulos e fazer o meu nome neste clube tão grande”, disse o meio-campista ao site oficial do Palmeiras.