Morre o francês Jean-Pierre Beltoise, ex-piloto de F1

Jean-Pierre-Beltoise

Um dos maiores ícones do automobilismo francês, Jean-Pierre Beltoise morreu nesta segunda-feira (5) no Senegal. Beltoise tinha 77 anos e passava férias no país, quando sofreu dois acidentes cardiovasculares e não resistiu.

LEIA MAIS
Schumacher consegue reconhecer mulher e filhos, diz amigo

Beltoise foi um dos revolucionários na F1 em seu país. Por mais que não tenha conquistado títulos na categoria – sua melhor colocação foi o primeiro lugar no GP de Monte Carlo em 1972 pela BRM – Jean-Pierre foi um dos responsáveis por alavancar pilotos da França na modalidade.

Foram nove temporadas competindo na F1, até o abandono da categoria em 1974. Em 86 corridas, oito pódios e 77 pontos somados. Além de disputar a elite do automobilismo, Beltoise foi campeão da F-3 francesa e da F-2 europeia, em 1965 e 1967, respectivamente.

A morte de Beltoise foi lamentada no mundo, em especial na França. O presidente François Hollande ressaltou a importância do piloto para o automobilismo francês. “Com Jean-Pierre Beltoise desaparece uma certa ideia do esporte motor francês”.

Longe da F1, Beltoise continuou sua carreira no automobilismo, desta vez em carros de turismo. Durante 14 temporada correu o circuito de Le Mans. Também disputou provas de motociclismo e foi campeão francês em 11 ocasiões.

Foto: Reprodução



Jornalista formada pela UNEB Juazeiro. Repórter Esportiva na Agência CH, Colunista Chelsea Brasil. Realizou a cobertura das Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014 pelo projeto Chuteiras Fora de Foco.