Opinião: O leilão por Conca. Quem dá mais?

Corinthians

O leilão começou! Deem seus lances! Mais uma vez estamos vendo uma situação bastante chata e que vem se tornando recorrente no futebol brasileiro. Em 2011 com Ronaldinho Gaúcho, depois em 2012 com Kléber Gladiador e Valdívia. A bola da vez agora é o argentino Darío Conca.

LEIA MAIS
Mercado da bola: Sem Dudu, São Paulo investirá forte para contratar Conca
Mercado da bola: Celso Barros afirma que Conca vai para a China
Opinião: Flamengo acertou ao não fazer loucura financeira por Conca

Após o fim da parceria entre Fluminense e Unimed, que era a maior credora em todas as contratações de impacto feitas pelo Flu nos últimos anos, a empresa está em apuros financeiro. A cooperativa médica que tem diversas filiais no Brasil inteiro, passa, pelo menos no Rio de Janeiro, por uma crise financeira que afetou os cofres não só da mesma, mas também do clube que ostentava a marca.

O Fluminense se vê em um jogo duro para manter seu maior craque, uma vez que parte dos direitos econômicos de Conca pertence a Unimed e a outra parte ao Tricolor Carioca, que ainda detém os direitos federativos. Mas quem paga a maior parte dos vencimentos do jogador é a cooperativa médica que gasta em torno de 450 mil e os outros 250 mil seriam pagos pelo Flu, totalizando os 700 mil mensais de Conca.

Mas a Unimed quer se desfazer do jogador, pois não tem mais vinculação da marca com o clube. Em outras palavras, a Unimed paga o salário do Conca para o Flu de graça.

Conca não ficará isso é uma certeza, mas o Fluminense não quer se desfazer de seu astro para um rival, como é o caso do Flamengo, que encaminhou proposta, mas foi prontamente recusada por Mário Bittencourt. O Corinthians aparece como um destino provável, já que Jadson deve ser emprestado ao Flamengo, o que abriria uma possibilidade de contratação de Conca.

Mas não são só os dois clubes com as maiores torcidas do país que querem Conca. O São Paulo entrará forte na briga. Após desistir de Dudu, o Tricolor deve investir pesado na aquisição do camisa 11 argentino e o próprio Celso Barros já falou sobre o interesse do São Paulo no jogador a Rádio Bandeirantes.

“O São Paulo procurou e queria o Conca, por troca de direito de propriedade (exposição da marca da empresa). Isso não interessou. Mas nada se encerra na vida, a não ser a morte. Isso foi uma proposta anterior. Agora não sei se eles têm outra proposta. Sou muito amigo do Muricy”, disse Celso Barros, durante a entrevista a Rádio Bandeirante.

Vejo o São Paulo na frente neste leilão por Conca, ainda mais pelo fator financeiro não pesar tanto para o Tricolor Paulista. Mas o Corinthians é um rival formidável. O que pode comprometer o clube alvinegro é justamente o prognóstico negativo das receitas do clube, já que os gastos com a arena são gigantescos, mas ainda vejo o timão com 30% de chances de fechar o negócio. Já o Flamengo corre por fora, duvido que o Fluminense libere seu melhor jogador para o maior rival.

Mas o que seria mais vantajoso para Conca? Permanecer no Rio de Janeiro onde ele e sua família estão bem instalados ou mudar para São Paulo e tentar um novo desafio na carreira? Vale lembrar que o mundo árabe e até mesmo o mercado asiático estão atentos à negociação e um desfecho favorável a uma transferência internacional é bem provável.



Olá apaixonados por futebol! Sou Bruno Godinho, sou colunista e apaixonado por futebol arte. Amo o que faço e quero compartilhar com todos vocês, minha opinião e visão sobre futebol e sobre a esfera esportiva!