Opinião: O Palmeiras está repetindo os erros de 2014

Palmeiras

Nem sempre com a chegada do ano novo, as coisas realmente se renovam. No Palmeiras, por exemplo, os mesmos erros cometidos no inicio da temporada passada estão se repetindo, mesmo após ficar comprovado que o clube precisava passar por uma grande mudança.

LEIA MAIS
Mustafá critica Valdivia: “ganhou muito e jogou pouco”
Palmeiras pode voltar ao Pacaembu para estreia do Paulistão
Mercado da bola: Alan Patrick entra na pauta do Palmeiras

Alexandre Mattos, dirigente bicampeão brasileiro com o Cruzeiro foi contrato e é o melhor “reforço” do Palmeiras entre os outros nove, incluindo a contratação do técnico Oswaldo de Oliveira.

Mas um vez o Alviverde já é a equipe que mais contratou e provavelmente será a que mais perderá e emprestará jogadores. Deixando a corneta de lado e sendo apenas realista, qual dos reforços anunciados realmente tem condições de chamar a responsabilidade? Zé Roberto?

O meia foi contratado como reforço de peso, e realmente é, mas ele não tem condições de chamar a responsabilidade e decidir jogos. Lucas e Gabriel foram rebaixados com o Botafogo, Vitor Hugo e Andrei Girroto disputaram a Série B, João Paulo nunca agradou a torcida do Flamengo e Leandro está mais para aposta, que pode ou não dar certo.

Vale lembrar que todas as contratações também se encaixam nos mesmos moldes das realizadas ano passado: jogadores sem contrato, chegando por empréstimo ou com contrato até dezembro, contratos por produtividade, apostas e volantes, muitos volantes para um elenco que já tem vários jogadores para a posição.

Paulo Nobre precisa aprender que quantidade não significa qualidade. Ao torcedor resta apenas torcer para que os reforços brilhem e aguardar que o ano de 2015 seja muito melhor que o de 2014.

Parece que mais um vez a responsabilidade será do Valdivia.

Foto: Getty Images