Palmeiras deve economizar R$ 1 milhão em janeiro com salários de dispensados

O Palmeiras dispensou dez jogadores no fim de 2014, com destaque para Marcelo Oliveira e Eguren. Segundo a coluna Painel FC, do jornal Folha de S.Paulo, as saídas de atletas vão fazer com que o Verdão economize mais de R$ 1 milhão em salários neste mês de janeiro.

LEIA MAIS
Mercado da bola: Rafael Marques deve chegar ao Palmeiras semana que vem

A ideia da gestão Paulo Nobre, segundo o jornal, é mudar a política deste gasto com as novas contratações. Em vez de dez, um número menor de atletas iria concentrar mais esse valor, mas em compensação seriam atletas de melhor qualidade em relação aos que deixaram o clube.

O presidente Paulo Nobre foi eleito e reeleito com o discurso de austeridade financeira e preservação das contas do clube. No ano passado, porém, o Palmeiras só fechou as finanças graças a empréstimos pessoais feitos pelo dirigente ao Verdão, segundo informação do Blog do Rodrigo Mattos, do UOL.

A contratação de maior peso anunciada até agora para a temporada 2015 é a do jogador Zé Roberto, de 40 anos, que fez uma boa participação pelo Grêmio no ano passado.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.