Advogado de Egídio, ex-Cruzeiro, confirma rescisão com Dnipro-UCR

O lateral-esquerdo Egídio ficou três meses no Dnipro e já rescindiu o contrato com a equipe da Ucrânia por falta de salários, a informação foi confirmada pelo advogado Marcos Motta, que trabalha para o jogador. Motta fez o anúncio através da sua rede social.

LEIA MAIS:
Segundo jornal inglês, United prepara oferta milionária para Cristiano Ronaldo

“Nosso cliente, o lateral esquerdo Egidio, acaba de rescindir seu contrato de trabalho com FCDnipro (UCR) por falta de pagamento de salários”, destacou Marcos em seu twitter.

Egídio foi vendido em janeiro deste ano por R$ 6,4 milhões, sendo que 50% ficou com o Cruzeiro na época da transferência para o futebol europeu. Na oportunidade, o lateral-esquerdo assinou contrato de três temporadas com o Dnipro.

O atleta é gerenciado pelo empresário Eduardo Uram, que analisa propostas tanto do futebol brasileiro, quanto do exterior pelo lateral-esquerdo, ex-Cruzeiro. A tendência que o jogador volte ao Brasil.

Egídio tem passagens pelo Flamengo, Ceará, Goiás, onde foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro, antes de se transferir para o Cruzeiro. O lateral-esquerdo foi importante, na conquista do bi-campeonato brasileiro pelo time mineiro.

Foto: Divulgação/Cruzeiro



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com