Aliviado com o fim da maratona de jogos no Paulistão, Tite exalta elenco corintiano

Para alívio dos jogadores do Corinthians e principalmente do técnico Tite, chegou ao fim na tarde de domingo a maratona de quatro jogos nos últimos oito dias pelo Campeonato Paulista. Com os reservas, o Timão encerrou a sequência desgastante com vitória sobre o Bragantino por 1 a 0, em Bragança Paulista, fechando assim a série com 100% de aproveitamento.

LEIA MAIS:
Bragantino x Corinthians: Assista ao gol que deu a vitória ao Timão

Ciente das dificuldades deste período, Tite exaltou o grupo alvinegro que bateu na sequência Capivariano, Portuguesa, Penapolense e Bragantino.

“Quando você pega uma sequência de cinco jogos, dez dias, você sai da correção, cobrança, a cabeça fica mais cheia. Mas fica meu reconhecimento ao grupo que passou por essa adversidade, foi brilhante, foi efetivo, criou as melhores oportunidades. Faltou um pouco de posse de bola (contra o Bragantino), erramos passes, a coordenação perde um pouco. Ainda assim, o time criou as oportunidades”, analisou.

O comandante lamentou bastante a contusão do atacante Luciano, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo sentindo uma fisgada muscular.

“Somos humanos. Perdemos jogadores nessa sequência e ficamos chateados com isso, principalmente tendo que usar esses atletas. O Petros jogou três partidas, quase não descansou. O Yago eu queria poupar, no outro jogo não consegui tirar. O Bruno Henrique estava com cãibra. O que me chateia é quando o jogador se machuca”, afirmou.

Os titulares do Timão voltarão a campo na próxima quarta-feira contra o Danubio, na Arena Corinthians, pela quarta rodada da Copa Libertadores. O alvinegro é líder isolado do grupo 2 da competição, com 100% de aproveitamento.

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)