Com direito a gol da intermediária, Japão confirma favoritismo e goleia o Uzbequistão

Jogando no Ajinotomo Stadium, em Tóquio, o Japão enfrentou a seleção do Uzbequistão em amistoso, e venceu pelo placar de 2 a 0. Em seu segundo jogo no comando, o treinador bósnio Vahid Halilhodzic já contabiliza sua segunda vitória, tendo batendo a Tunísia em casa também por 2 a 0.

LEIA MAIS:

Seleção do Japão desiste de Oswaldo de Oliveira e anuncia novo treinador

São Paulo empresta Ademilson para time do Japão

A equipe japonesa, que jogou no Ajinomoto(devido à reforma do Estádio Olímpico), marcou seu primeiro gol logo aos 7 minutos da primeira etapa com o volante Aoyama, que fez um golaço do meio da rua no rebote do goleiro. Jogando principalmente nos contra-ataques, puxados por Honda, Kagawa e Okazaki, o Japão deixou clara sua nova forma de jogar.

O time uzbeque ainda tentou reagir, mas não conseguiu aproveitar as chances que teve próximo à grande área do goleiro Kawashima. Na segunda etapa, o Japão ampliou o placar com Okazaki, aos 9 minutos, aproveitando um cruzamento do lateral Ota, que havia entrado na segunda etapa.

Aos 34 minutos da segunda etapa, o Uzbequistão se lançou ao ataque em uma cobrança de falta e pagou o preço. No contra-ataque, Shibasaki percebeu que o goleiro estava fora da área, e bateu quase do meio campo, encobrindo o goleiro uzbeque e marcando um belo gol.

Depois do terceiro gol, o Japão relaxou e Tuhtahujahev marcou aos 37, descontando para os visitantes. Logo depois, em resposta ao gol de honra do Uzbequistão, Takashi Usami, uma das grandes promessas nipônicas, marcou um golaço, aumentando a contagem para 4 a 1. Mas ainda não havia acabado. Aos 44 do segundo tempo, e contando com uma trapalhada do goleiro, Kawamata marcou de cabeça e ampliou o placar para 5 a 1.

Assim acabou a partida, com um ótimo desempenho dos japoneses, que tentam se recuperar de uma Copa da Ásia ruim, em que saíram nas quartas-de-final.

Confira todos os gols da partida:

Foto: Getty Images



Estudante de Jornalismo na UFPE, fã de esportes, apaixonado por futebol mas também rugby e futebol americano.