Conheça o Campinense, adversário do Grêmio na estreia da Copa do Brasil

O Grêmio faz a sua estreia na Copa do Brasil, na noite de quarta-feira (22h), diante do Campinense, no estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba. O confronto será inédito na história. Se o Tricolor Gaúcho vencer o adversário por dois ou mais gols de diferença avança diretamente à segunda rodada sem a necessidade da partida de volta, na Arena.

LEIA MAIS: 
”O Felipão tem me ajudado muito”, diz Luan a respeito das críticas de torcedores gremistas

Às vésperas de completar 100 anos de história, o Campinense, fundado em 12 de abril de 1915, faturou 19 títulos estaduais. Conquistou a Copa do Nordeste de 2013, maior feito do clube. Em 2014, o time paraibano disputou a série D do Campeonato Brasileiro, mas não foi muito longe. Não passou da primeira fase.

O Campinense jogará a Copa do Brasil pela oitava vez. O melhor resultado ocorreu em 2013, quando atingiu a segunda fase, eliminando o Sampaio Corrêa-MA na rodada inaugural. Na fase seguinte não resistiu ao Flamengo, que mais tarde viria a ser o campeão.

No último final de semana, a Raposa sofreu um duro golpe, em Salvador. Perdeu para o Bahia por 1 a 0 e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Nordeste. O gol de Kieza foi motivo de revolta. Vários jogadores da Campinense reclamaram de falta do atacante no goleiro Gledson.

O time comandado pelo técnico Francisco Diá ocupa a quinta colocação do Campeonato Paraibano, com 15 pontos ganhos, mas com dois jogos a menos do que a maioria dos concorrentes.

Contra o Grêmio pela competição nacional, ele terá alguns desfalques como o volante Sandrinho, que está com fratura no tornozelo, e o atacante Alvinho, que está fora por seis meses com fratura em dois ossos na perna esquerda. O zagueiro Gabriel Valongo, com lesão muscular, é dúvida para a partida. Com tantos problemas médicos, o plantel está com apenas 22 jogadores. A folha salarial é de R$ 120 mil mensais.

Em entrevista ao site Zero Hora, Francisco Diá falou sobre a sua estratégia para surpreender os gaúchos.

“Vou estudar o Grêmio, mas sei que é uma equipe que joga priorizando a marcação e tem uma boa saída de bola. É um time forte, com um treinador copeiro e vencedor, apesar de não ter feito uma boa Copa do Mundo. Mas nós queremos surpreendê-los aqui. Meu time joga em velocidade, tem uma média de idade de 22 anos. Vou dobrar o Felipão (risos)”, disse.

Time provável contra o Grêmio: Gledson; Leyrielton, Jairo, Pedrão e Jefferson Recife; Negretti, Neto, Leandro Santos e Luiz Fernando; Felipe Alves e Reginaldo Júnior.

foto: Divulgação



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)