Copa do Mundo feminina está chegando; Veja quem o Brasil vai enfrentar

futebol feminino

Faltam pouco mais de dois meses para o início da sétima edição da Copa do Mundo Feminina da Fifa, que em 2015 será disputada no Canadá. A seleção brasileira busca novamente o título inédito da competição, após cair nas quartas de final em 2011, na Alemanha. O Japão defende o título, conquistado de maneira surpreendente há quatro anos.

LEIA MAIS
Panini vai lançar álbum de figurinhas da Copa do Mundo feminina

A Copa do Mundo Feminina tem dois líderes no ranking de conquistas, cada um com dois títulos. Os EUA venceram a primeira edição, em 1991, disputada na China, e faturaram o bi em casa, em 1999. A Alemanha venceu as duas competições seguintes, em 2003 (nos EUA), e em 2007 (na China), mas perderam a chance do tri em casa, em 2011.

O Brasil começa a disputa da Copa do Mundo Feminina no Grupo E. As adversárias da seleção comandada pelo técnico Vadão são a Coreia do Sul, a Espanha e a Costa Rica. Dos quatro participantes, o time brasileiro é o mais tradicional no futebol feminino, tendo sido vice-campeão mundial em 2007 e duas vezes medalhista de prata nas Olimpíadas, em 2004 e 2008.

A estreia da seleção brasileira acontecerá no dia 9 de junho, uma terça-feira, às 20h (horário de Brasília), contra a Coreia do Sul. O time asiático tem como melhor resultado uma participação na primeira fase na Copa de 2003, nos EUA. No sábado, dia 13, o Brasil pega a Espanha, às 17h. Apesar da tradição masculina, as espanholas disputam o Mundial pela primeira vez na história.

A fase de classificação termina no dia 17, uma quarta-feira, às 20h, sempre pelo horário de Brasília, contra outra estreante, a seleção da Costa Rica. Passam para a segunda fase as duas primeiras colocadas de cada grupo, mais as quatro melhores terceiras colocadas. A partir daí, é mata-mata até a decisão, que acontecerá no dia 5 de julho, um domingo, às 20h.

Foto: Getty Images



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.