De criticado por Muricy a alvo do Chelsea: Felipe Anderson agora vale R$ 139 milhões

Getty Images

Felipe Anderson é a bola da vez no futebol italiano. O meia ex-Santos faz grande temporada e tenta levar a Lazio ao grupo dos times que se classificam para a próxima Liga dos Campeões. Porém, o jovem pode colocar o clube na competição europeia, mas não disputá-la.

LEIA MAIS
Torcedores do Parma dão prova de amor, compram bancos e devolvem ao clube
Justiça italiana oficializa falência do Parma

O Chelsea está de olho no brasileiro e, segundo o jornal inglês “Daily Telegraph”, o time de José Mourinho tem enviado olheiros a Roma regularmente para analisar os jogos do meia.

Além disso, uma proposta irrecusável já estaria nos planos. O Chelsea está disposto a pagar 29 milhões de libras, ou R$ 139 milhões, pelo meia de 21 anos.

Seria difícil imaginar que Felipe Anderson valesse tanto há pouco tempo atrás. Revelado no Santos, o jogador era constantemente criticado pelo seu então treinador Muricy Ramalho, que chegou a dizer que o jovem tinha ‘defeitos de fábrica’.

Após uma primeira temporada apagada, o brasileiro deslanchou. Em 25 jogos, ele marcou nove gols, o que rendeu uma renovação de contrato até 2020. Mas nada que uma boa proposta não mude os planos.

Felipe Anderson surgiu no Santos em 2011 e logo foi apontado como sucessor de Paulo Henrique Ganso, mas não conseguia uma sequência de jogos convincentes e isso gerou as criticas de Muricy. Em junho de 2013, foi vendido para a Lazio por R$ 23 milhões. Dois anos depois, o jovem vale quase sete vezes mais.

Crédito da foto: Getty Images



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.