Flamengo se deu bem ao pagar dívida com Palmeiras e Vasco por Vagner Love; entenda

Vagner Love

Em um momento que o futebol brasileiro discute abertamente o refinanciamento das dívidas dos clubes, o Flamengo recebeu com certo alívio a decisão da FIFA de pagar ao Campo Grande, Palmeiras e Vasco o valor referente a compra de Vagner Love, hoje no Corinthians, do CSKA Moscou-RUS, em 2009.

LEIA MAIS:
Valdivia tira onda com Neto no Twitter e posta montagem polêmica do comentarista
Ganso e Luis Fabiano recebem sondagens do São Paulo
Como seria um time formado com os melhores jogadores de Botafogo e Vasco

Como Campo Grande, Palmeiras e Vasco participaram da transição de Vagner Love das categorias de base para o futebol profissional, eles são considerados pela entidade máxima do futebol mundial como clubes formadores do atleta e, por isso, têm direito a todas as negociações que o envolvem, mas em 2009, quando o Fla trouxe o jogador para o Brasil foram esquecidos.

Pelo que se chama de mecanismo de solidariedade, o Vasco tem direito a receber pouco mais de R$ 120 mil, enquanto o Campo Grande vai receber um pouco menos do que os vascaínos e o Palmeiras, clube onde Love completou sua formação e chegou aos profissionais, fica com cerca de R$ 15 mil.

Contudo, inicialmente, o valor pago por Vagner Love seria de 10 milhões de euros (R$ 30 milhões), mas nas negociações com o clube russo, o Rubro-Negro conseguiu que 6 milhões de euros fossem perdoados e, por isso, ao ter que acertar as dívidas com o clube formadores, o time da Gávea se deu por satisfeito, como explica Flavio Willeman, vice-presidente jurídico do clube:

“Eles (clubes) queriam que fosse pelo percentual de € 10 milhões, no que não concordamos. Agora, não tem o que fazer. Entre pagar com base de cálculo de € 10 milhões ou € 4 milhões, pago com € 4 milhões. São € 6 milhões de diferença. A mesma decisão que condena o Flamengo a pagar os outros clubes, condena o CSKA a pagar o Flamengo”, disse Willeman ao Globoesporte.com.

Foto: Getty Images