Lutador de MMA morre durante combate no Azerbaijão

Reprodução

Entrar em um ringue ou área de lutas tem se mostrado mais perigoso do que parece. O lutador de MMA do Azerbaijão Ramin Zeynalov morreu na última semana durante um combate disputado em seu país. O motivo teria sido hemorragia cerebral, após um golpe recebido. A informação é do site “Sportbox”.

LEIA MAIS
Ídolo da luta livre morre no ringue, no México

Zeynalov tinha 27 anos e morreu no ringue após sofrer um golpe na cabeça. Pai do atleta de MMA, Aliabbas Zeynalov informou ao site que era contra a participação de Ramin no MMA: “Meu filho competiu sem a minha permissão. Nós éramos contra a sua participação em torneios de MMA. Ele não nos ouviu, e o resultado foi esse: ele está morto”, falou.

Irmão de Ramin, Rahman Zeynalov disse que lutar era a paixão de Ramin e isentou o adversário de culpa pela morte: “Meu irmão era um atleta, com 11 medalhas conquistadas, mas não estava preparado para lutar profissionalmente. Vi o vídeo da luta e o momento de sua morte, e não há a quem culpar. Ele entrou voluntariamente no torneio, mesmo sem nossos pais aprovarem a sua decisão. Ele insistiu em competir pela premiação. Ramin era o irmão mais novo, e não contou a ninguém que iria participar do torneio. Nós descobrimos por acaso, e tentamos convencê-lo a desistir, dizendo que ele tinha uma família e que não precisava fazer aquilo, mas ele não nos ouviu. Ele não precisava do dinheiro, e lutou porque era a sua paixão. Seu adversário nos deu suas condolências. Ele lutou de forma justa e não teve culpa pelo que aconteceu”, falou.

Ramin, que era faixa preta de taekwondo, deixa uma filha. O rival no MMA mandou condolências à família. Uma investigação foi aberta para apurar as causas da morte do lutador.

Foto: Reprodução

* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @matheusadami



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.