Novos times e craques globais alavancam o Leste na MLS

Reprodução

Tudo o que você precisa saber sobre os times da Conferência Leste da Major League Soccer para a temporada 2015.

LEIA MAIS:
Mais dinheiro, novos times, estrelas globais: a MLS 2015 promete!
Superior na MLS em 2014, Oeste aposta em Gerrard pra manter popularidade

Por Paulo Canova e Sérgio Patrick

Chicago Fire

fireTítulos:
Temporada Regular Conferência Leste: 2003
Conferência Leste: 2003
Supporters’ Shield: 2003
MLS Cup: 1998
U.S. Open Cup: 1998, 2000, 2003, 2006

Estádio: Toyota Park (Bridgeview, Illinois)
Inauguração: 2006
Capacidade: 20.000

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 9º lugar
Supporters’ Shield: 15º
U.S. Open Cup: semi-final
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros:
Alex (26 anos, meia)
Revelado pelo Grêmio Mauaense, teve passagens por Wohlen e Gossau, da Suíça. Está no Fire desde 2008.
Guly do Prado (33 anos, atacante)
Revelado pela Portuguesa Santista, atuou por clubes como Perugia, Fiorentina e Cesena, na Itália, e esteve por três temporada no Southampton, da Inglaterra, até chegar ao Fire em 2015.
Adaílton (31 anos, zagueiro)
Revelado pelo Vitória, jogou na Europa pelo Rennes (França), e por Sion e Chiasso (Suíça). No Brasil, passou três temporadas no Santos e atuou pelo Bahia antes de assinar com o Fire, em 2015.

Técnico: Frank Yallop (50 anos)
O ex-jogador, nasceu na Inglaterra, mas se naturalizou canadense. Defendeu o Ipswich Town e o Tampa Bay Mutinity. Na MLS, comandou LA Galaxy, San Jose Earthquakes por duas vezes e está no Chicago Fire desde 2013. Teve também a oportunidade de treinar sua seleção, qie defendeu por 7 anos como jogador entre 2004 e 2006.

Destaques:
David Accam (atacante, 24 anos, Gana)
Começou a carreira na Europa, com 18 anos, pelo Ledbury Town, da Inglaterra. Jogou também na Suécia, com boa passagem pelo Helsinborg antes de chegar ao Fire em 2015.

Kennedy Igboananike (atacante, 26 anos, Nigéria)
Chegou em 2015 ao Fire, depois de marcar 19 gols em uma temporada com o AIK, da Suécia, onde também atuou pelo Djurgarden e pelo Vasalund.

AIK v Gefle IF Swedish Allsvenskan League
Kennedy Igboananike

Shaun Maloney (meio-campo, 32 anos, Escócia)
Nascido na Malásia, mas de cidadania escocesa, passou quase toda a carreira no Celtic. Esteve ainda na Inglaterra, primeiro no Aston Villa e nos últimos anos no Wigan. Fez 37 jogos pela seleção escocesa e chegou ao Fire em 2015.

História:
Fire foi o nome escolhido para o time de Chicago por causa da força mostrada pelos moradores da cidade na recuperação depois do grande incêndio de 1871. Blues, Rhythm e Wind eram as outras opções.
Com a segunda maior população de origem polonesa do mundo, atrás apenas de Varsóvia, a diretoria apostou na relação com o leste europeu.
Três jogadores poloneses foram titulares na primeira temporada, incluindo o capitão Piotr Nowak. E logo no ano de estreia na MLS, em 1998, o Fire foi campeão ao vencer o DC United por 2-0. Chegou ainda às finais de 2000 e 2003. Na Us Open Cup, ganhou os títulos de 1998, 2000, 2003 e 2006.

Columbus Crew

CrewTítulos:
Temporada Regular Conferência Leste: 2004, 2008, 2009
Conferência Leste: 2008
Supporters’ Shield: 2004, 2008, 2009
MLS Cup: 2008
U.S. Open Cup: 2002

Estádio: Dick’s Sporting Goods Park (Commerce City, Colorado)
Inauguração: 1999
Capacidade: 20.145

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 3º lugar
Supporters’ Shield: 7º lugar
U.S. Open Cup: oitavas de final
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros: Nenhum

Técnico: Gregg Berhalter (41 anos)
Depois de ser assistente do premiado Bruce Arena no LA Galaxy, Berhalter treinou o Hammarby, da Suécia, por uma temporada antes se tornar técnico do Crew. Como jogador, atuou pelo Galaxy, pela seleção dos EUA e teve experiência em países como Holanda, Alemanha e Inglaterra.

Destaques:
Federico Higuaín (30 anos, Argentina)
Irmão do atacante do Napoli e da seleção argentina, Gonzalo, Federico Higuaín saiu jovem do River Plate para jogar no Besiktas, da Turquia. Foi emprestado para o América do México e voltou para a Argentina para atuar por Independiente, Godoy Cruz e Colón antes de assinar com o Crew, em 2012.

Michael Parkhurst (31 anos, Estados Unidos)
O zagueiro foi representante do Crew no All-Star Game do ano passado. Começou a carreira no New England Revolution, passou pelo Nordsjaelland, da Dinamarca, e pelo Augsburg, da Alemanha, até chegar a Columbus, em 2014.

FedericoHiguain
Federico Higuaín

História:
Criado em junho de 1994, um pouco antes da Copa do Mundo nos EUA, o Columbus Crew foi um dos dez clubes fundadores da MLS. O goleiro Brad Friedel, com várias passagens pela seleção dos EUA e pelo futebol inglês, foi o primeiro ídolo. Depois de dois anos jogando no campus da universidade Ohio State, o Crew inaugurou em 1999 o Columbus Crew Stadium, primeiro estádio específico para futebol nos EUA. Em 2008, teve uma temporada quase perfeita e conquistou o primeiro e único título da MLS. Foi o melhor da temporada regular, superou o rival Chicago Fire na final da Conferência Leste e ganhou por 3-1 a final do NY Red Bulls. O argentino Guillermo Barros Schelotto, que fez história no Boca Juniors, foi o grande nome da campanha.

DC United

unitedTítulos:
Temporada Regular Conferência Leste: 1997, 1998, 1999, 2006, 2007, 2014
Conferência Leste: 1996, 1997, 1998, 1999, 2004
Supporters’ Shield: 1997, 1999, 2006, 2007
MLS Cup: 1996, 1997, 1999, 2004
U.S. Open Cup: 1996, 2008, 2013
CONCACAF Champions League: 1998

Estádio: Robert F. Kennedy Memorial Stadium (Washington, DC)
Inauguração: 1961
Capacidade: 20.000

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 1º lugar
Supporters’ Shield: 3º lugar
MLS Cup: semi-final de conferência
U.S. Open Cup: 16º de final
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros: Nenhum

Técnico: Ben Olsen (37 anos)
Técnico do ano da MLS em 2014, Olsen fez quase toda a carreira no meio-campo do D.C. United, onde virou assistente quando se aposentou e, em seguida, treinador. Ganhou a Copa Ouro da Concacaf jogando pela seleção dos EUA.

Destaques:
Eddie Johnson (30 anos, Estados Unidos)
Respeitado atacante americano com 19 gols pela seleção, Johnson jogou a Copa do Mundo de 2006 e esteve cotado para ir para a Copa de 2014. Na MLS, também atuou por FC Dallas, Kansas City Wizards (atual Sporting Kansas City) e Seattle Sounders. Passou pelo Fulham e pelo Preston North End, da Inglaterra, pelo Aris, da Grécia, e pelo Cardiff City, de País de Gales.

Eddie
Eddie Johnson

Fabián Espíndola (29 anos, Argentina)
Com longa experiência na MLS, Espíndola fez seis temporadas pelo Real Salt Lake, uma pelo NY Red Bulls e está no United desde 2014. O atacante foi revelado pelo Boca Juniors, mas quase não jogou por lá. Esteve no Talleres, também da Argentina, e no Deportivo Quito e no Aucas, do Equador.

História:
Um dos 10 clubes fundadores da MLS, o D.C. United é também um dos mais vitoriosos. Especialmente no período entre 1996 e 1998, sob o comando do técnico Bruce Arena, quando o clube ganhou oito dos seus 13 títulos. O sucesso do trabalho levou o treinador para a seleção dos EUA. Entre os maiores jogadores da história estão o zagueiro Eddie Pope e o meia boliviano Marco Etcheverry. O nome do time é uma clara referência a equipes inglesas. Apesar de as cores oficiais serem branco e preto, o clube tem o apelido de ‘black and red’ (preto e vermelho).

Montreal Impact

MontreaTítulos:
Campeonato Canadense: 2013, 2014

Estádio: Saputo Stadium (Montreal, Quebec)
Inauguração: 2008
Capacidade: 20.520

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 10º lugar
Supporters’ Shield: 19º lugar
U.S. Open Cup: Não participou
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros: Nenhum

Técnico: Frank Klopas (48 anos)
Nascido na Grécia, mas com cidadania americana, Klopas foi jogador dos gregos AEK e Apollon, além de ter atuado pelo Kansas City Wizards e pelo Chicago Fire na MLS. Treinou mulheres no Chicago Storm e depois foi para o masculino, onde trabalhou no Fire antes de assumir o Impact, em 2013.

piatti
Ignacio Piatti

Destaques:
Ignacio Piatti (30 anos, Argentina)
Do modesto Chacarita Juniors, que o revelou, Piatti foi para o Saint-Ètienne, da França, para depois voltar para a Argentina para jogar por Gimnasia La Plata, Independiente e San Lorenzo, onde foi campeão da Libertadores em 2014. Teve ainda passagem pelo Lecce, da Itália.

História:
Fundado em 1992, o time canadense só entrou para a MLS em 2012. Na primeira metade dos anos, jogou a American Professional Soccer League, com alguns clubes que estão hoje na MLS, e conquistou o título em 1994. Ídolo no Botafogo, Paulinho Criciúma esteve no clube em 1995. O Impact ganhou ainda a A-League em 2004. Nas três temporadas disputadas na MLS, contou com o atacante italiano Marco Di Vaio, que encerrou a carreira no clube canadense, no ano passado.

New England Revolution

nerTítulos:
Temporada Regular Conferência Leste: 2002, 2005
Conferência Leste: 2002, 2005, 2006, 2007, 2014
Supporters’ Shield: 2005
U.S. Open Cup: 2007

Estádio: Gillette Stadium (Foxborough, Massachusetts)
Inauguração: 2002
Capacidade: 68.756 (20.000 para futebol)

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 2º lugar
Supporters’ Shield: 5º lugar
U.S. Open Cup: quartas de final
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros: Nenhum

Técnico: Jay Heaps (38 anos)
Depois de começar a carreira no extinto Miami Fusion, Heaps passou nove temporadas no Revolution, até se aposentar como jogador em 2009. Pouco mais de um ano depois assumia o cargo de treinador da equipe.

Destaques:
Jermaine Jones (33 anos, Estados Unidos)
De pai americano e mãe alemã, Jones cresceu na Alemanha e lá jogou por Eintracht Frankfurt, Bayer Leverkusen e Schalke 04. Também teve passagens pelo Blackburn Rovers, da Inglaterra, e pelo Besiktas, da Turquia. Acertou com o Revolution depois da Copa de 2014. Chegou a jogar na seleção alemã, mas optou pelos EUA em 2010.

Lee Nguyen (28 anos, Estados Unidos)
De origem vietnamita, Nguyen foi um dos destaques da última edição da MLS. A trajetória do jogador da seleção americana é pouco usual. Das categorias de base do Ajax ele foi para o PSV Eindhoven, também da Holanda, antes de tentar a sorte no Randers, da Dinamarca, e no Hoàng Anh Gia Lai e no Becamex, do Vietnã. Está no Revolution desde 2012.

Nigeria v United States
Jermaine Jones

Juan Agudelo (22 anos, Estados Unidos)
Uma das promessas do futebol nos EUA, Agudelo foi revelado pelo NY Red Bulls, passou pelo extinto Chivas USA (futuro LAFC), pelo Stoke City, da Inglaterra, e pelo Utrecht, da Holanda. Pela seleção, foram 18 jogos e dois gols.

História:
Em duas décadas de existência, o Revolution já chegou a cinco finais da MLS, mas nunca conquistou o título. Perdeu para o LA Galaxy em 2002, 2005 e 2014, e em 2006 e 2007 para o Houston Dynamo. Baseado em Boston e com os mesmos donos do Patriots, de futebol americano, o Revolution também usa New England, ou a Nova Inglaterra, como sua referência geográfica, uma alusão à importância da região na independência dos EUA. Criado em 1995, foi um dos 10 times fundadores da MLS e participou da primeira temporada, no ano seguinte.

New York Red Bulls

NY-Red-Bull-logoTítulos:
Supporters’ Shield: 2013

Estádio: Red Bull Arena (Harrison, New Jersey)
Inauguração: 2010
Capacidade: 25.000

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 4º lugar
Supporters’ Shield: 8º lugar
MLS Cup: final de conferência
U.S. Open Cup: 16º de final
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros:
Felipe (24 anos, meio-campo)
Aos 18 anos, Felipe já estava no Padova, da Itália. Na Suíça, passou por Winterhur, Lugano e Wohlen. Chegou à MLS em 2012, para jogar duas temporadas no Montreal Impact. Assinou com o Red Bulls em 2015.

Técnico: Jesse Marsch (41 anos)
O novo treinador vai ter que encarar a insatisfação da torcida com a demissão do antecessor Mike Petke. Depois de jogar por D.C. United, Chicago Fire e Chivas USA, Marsch foi assistente da seleção dos EUA entre 2010 e 2011 e técnico do Montreal Impact.

Destaques:
Bradley Wright-Phillips (29 anos, Inglaterra)
Artilheiro da última temporada da MLS com 27 gols, Wright-Phillips ajudou o Red Bulls a chegar na final da Conferência Leste. Filho de Ian Wright, estrela do Arsenal nos anos 90, começou com o irmão Shaun no Manchester City. Passou ainda por Southampton, Plymouth Argyle, Charlton e Brentford, na Inglaterra, antes de ir para os EUA.

phillipds
Bradley Wright-Phillips

História:
Quando se tornou uma das franquias fundadoras da MLS em meados dos anos, o clube se chamava New York / New Jersey MetroStars. Assumiu o nome atual, NY Red Bulls, a partir de 2006. Ao longo de quase duas décadas de história, já teve treinadores como o português Carlos Queiroz, o brasileiro Carlos Alberto Parreira, o sérvio Bora Milutinovic e os Americanos Bob Bradley e Bruce Arena. Muitos jogadores famosos já vestiram as camisas do clube: os americanos Tim Howard, Alexi Lalas, Jozy Altidore, Michael Bradley, além do brasileiro Juninho Pernambucano, do italiano Roberto Donadoni, do alemão Lothar Matthaus e do francês Youri Djorkaeff. Nos últimos anos, contou com o francês Thierry Henry e com o australiano Tim Cahill, que deixaram o clube no final do ano passado. O Red Bulls ganhou a Conferência Leste em 2008, mas perdeu a final da MLS para o Columbus Crew.

New York City FC

NYCFCTítulos: Nenhum

Estádio: Yankee Stadium (New York, New York)
Inauguração: 2009
Capacidade: 49.642 (27.470 para futebol)

Desempenho em 2014: Estreia na competição em 2015

Brasileiros: Nenhum

Técnico: Jason Kreis (42 anos)
O sucesso em mais de seis anos à frente do Real Salt Lake levou Kreis ao NYC. Como jogador, foi meia-atacante do Dallas Burn (hoje FC Dallas) e do próprio Real Salt Lake.

Destaques:
David Villa (33 anos, Espanha)
Primeiro jogador contratado pelo NYC, Villa é o maior artilheiro da história da seleção espanhola, campeão europeu em 2008 e mundial em 2010. Começou a carreira no Sporting Gijón, passou por Zaragoza, Valencia, Barcelona e Atlético de Madrid.

3 - David Villa - New York City
David Villa

Mix Diskerud (24 anos, Estados Unidos)
O camisa 10 do NYC estava no grupo da seleção dos EUA na Copa de 2014. Nascido na Noruega e com dupla nacionalidade, Diskerud jogou em dois clubes noruegueses, Stabaek e Rosenborg, e também no Gent, da Bélgica.

História:
Primeira franquia da MLS que não só leva o nome da maior cidade americana, mas de fato jogará em Nova York. Fundado em 2013, o clube é uma parceria do City Football Group, dono do Manchester City e de outros clubes pelo mundo, e do New York Yankees, time de beisebol de maior sucesso nos EUA. Além do espanhol David Villa, que será capitão no início da primeira temporada da história do NYC, o inglês Frank Lampard também foi contratado, mas sua apresentação foi prorrogada em seis meses por decisão dos donos em favor do Manchester City.

Orlando City

orlandoTítulos: Nenhum

Estádio: Citrus Bowl (Orlando, Florida)
Inauguração: 1936
Capacidade: 61.348

Desempenho em 2014: Estréia na competição em 2015

Brasileiros:
Kaká (32 anos, meio-campo)
Um dos jogadores mais populares do mundo, Kaká chega a MLS como a grande estrela e com o maior salário da liga. Revelado pelo São Paulo, jogou também no Real Madrid, da Espanha, e no Milan, da Itália, onde foi o Melhor Jogador do Mundo em 2007. Esteve em três Copas do Mundo com o Brasil (2002, 2006, 2010).

Pedro Ribeiro (24 anos, meio-campo)
Nascido em Belo Horizonte, Ribeiro jogou pela Universidade Coastal Carolina antes de se tornar profissional, com passagem pelo Philadelphia Union.

Técnico: Adrian Heath (54 anos)
Como jogador, o treinador inglês esteve no bom time do Everton nos anos 80. Foi técnico do Burnley e do Sheffield United, na Inglaterra, e do Austin Aztex, nos EUA.

Destaques:
Bryan Róchez (20 anos, Honduras)
Aposta do Orlando City para a primeira temporada, Róchez foi revelado pelo Real España, de Honduras.

Divulgação
Kaká

Kaká (32 anos, Brasil)
Capitão da nova franquia da MLS, Kaká terá de usar toda a sua experiência para fazer história na primeira temporada do Orlando.
Nos amistosos de pré temporada, correspondeu como líder e já mostrou que será o motor da equipe.

História:
Em uma cidade que é um dos destinos turísticos preferidos dos brasileiros, um dos novos times da MLS para 2015 nasce com um dono brasileiro, Flavio Augusto da Silva, e com Kaká como principal destaque. É a primeira franquia na Flórida desde 2001, quando Miami Fusion e Tampa Bay Mutiny foram retirados da liga. A primeira temporada será disputada no Citrus Bowl, mas já está construindo um estádio para 19.500 torcedores que deve ficar pronto para o início de 2016.

Philadelphia Union

philadelphia-union-logoTítulos: Nenhum

Estádio: PPL Park (Chester, Pennsylvania)
Inauguração: 2010
Capacidade: 18.500

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 6º lugar
Supporters’ Shield: 12º lugar
U.S. Open Cup: finalista
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros:
Fabinho (29 anos, lateral-esquerdo)
Passou por uma série de clubes brasileiros (Coritiba, Ponte Preta, Criciúma, Paysandu, Mixto, Volta Redonda) e também por Melbourne Victory e Sydney FC, da Austrália, antes de chegar à MLS.

Fred (35 anos, meia)
Iniciou a carreira no Tupi e no América, de Minas Gerais e passou pelo Guarani antes de começar a explorar o mundo. Esteve no Melbourne Victory e no Melbourne Heart, da Austrália, e atuou na MLS pelo D.C. United.

Técnico: Jim Curtin (35 anos)
Como zagueiro, jogou oito temporadas no Chicago Fire e encerrou a carreira no Chivas USA com apenas 30 anos de idade. Assumiu o Union em 2014, depois de um tempo como assistente e é o treinador mais novo da Major League Soccer

Destaques:
Maurice Edu (28 anos, Estados Unidos)
Revelado pelo Toronto FC, Edu passou quatro anos no Rangers, da Escócia, foi para o Stoke City, da Inglaterra, e depois para o Bursaspor, da Turquia. O meia foi convocado para a seleção dos EUA pela primeira vez em 2007.

edu
Maurice Edu

Cristian Maidana (28 anos, Argentina)
Maidana começou a carreira no Banfield, da Argentina, e jogou ainda no Spartak Moscou, da Rússia, no Recreativo Huelva, da Espanha, no Huracán e no Argentinos Juniors, da Argentina, no Rangers, da Escócia, e no Atlante, do México.

Fernando Aristeguieta (22 anos, Venezuela)
Foram quatro anos no Caracas, que revelou o atacante para o futebol. Aristeguieta esteve no Nantes, da França nos últimos dois anos, até ser emprestado para o Union.

História:
Desde o início da MLS, nos anos 90, a região de Philadelphia vinha tentando colocar um time na liga. A importância histórica da cidade é evocada nas cores, no distintivo e no nome, que caracteriza a união de estados que formou o país. Dentro de campo, o time fez sua primeira final no ano passado e ficou com o vice da US Open Cup 2014 ao perder para o Seattle Sounders, mesmo jogando em casa.

Toronto FC

torontoTítulos:
Campeonato Canadense: 2009, 2010, 2011, 2012

Estádio: BMO Field (Toronto, Ontario)
Inauguração: 2007
Capacidade: 22.500

Desempenho em 2014:
Temporada Regular Conferência Leste: 7º lugar
Supporters’ Shield: 13º lugar
U.S. Open Cup: Não participou
CONCACAF Champions Cup: não participou

Brasileiros:
Jackson (26 anos, lateral)
Revelado pelo São Paulo, estava no time campeão brasileiro de 2007. Foi emprestado para times do interior (Mogi Mirim, São Caetano, Botafogo-SP) até chegar ao FC Dallas. Acertou com o Toronto em 2014.

Técnico: Gregg Vanney (40 anos)
Foi jogador do LA Galaxy, do FC Dallas, do Colorado Rapids e do D.C. United na MLS e do Bastia, na Liga Francesa. Trabalhou no extinto Chivas USA (futuro LAFC) como assistente técnico.

Destaques:
Michael Bradley (27 anos, Estados Unidos)
Principal armador de jogadas da seleção dos EUA, Bradley começou a jogar no NY/New Jersey MetroStars antes de ir para a Europa atuar por Heerenveen, da Holanda, Borussia Monchengladbach, da Alemanha, Aston Villa, da Inglaterra, Chievo e Roma, da Itália. Esteve nas últimas duas Copas do Mundo.

Jozy Altidore (25 anos, Estados Unidos)
Trocado por Jermaine Defoe com o Sunderland, da Inglaterra, Altidore volta para os EUA com status de estrela e titular da Seleção. Estreou como profissional pelo NY Red Bulls e depois viajou por Villareal, da Espanha, Hull City, da Inglaterra, Bursaspor, da Turquia, e AZ, da Holanda, onde o atacante viveu o melhor momento da sua carreira.

Toronto FC Media Day
Michael Bradley

Sebastian Giovinco (28 anos, Itália)
Baixinho rápido e habilidoso, apelidado de Formiga Atômica, fez quase toda a carreira na Juventus, com exceção de empréstimos para Empoli e Parma. Também teve passagens pela Seleção Italiana. Joga no meio ou no ataque.

História:
O Toronto FC foi fundado em 2006 para ser o 14o time da MLS. No ano seguinte já tinha estádio próprio e específico para futebol e a partir de 2009 começaria uma sequência de quatro títulos canadenses seguidos. Em 2010, dirigentes contrataram Jurgen Klinsmann para uma consultoria com o objetivo de definir um estilo de jogo baseado no sistema do Ajax, da Holanda. O time faz parte da Maple Leaf Sports & Entertainment, grupo que também tem o Toronto Maple Leafs, de beisebol, o Toronto Raptors, de basquete, e o Toronto Marlies, de hóquei.

Crédito das fotos: Getty Images / Divulgação



Redação do Torcedores.com