Racing Club completa 112 anos de vida

Na última terça feira (23) foi o dia do Racing, da Argentina, comemorar 112 anos de vida. Os jogadores do elenco gravaram um video em homenagem ao clube, onde se destacam o atacante Diego Milito, o goleiro Saja, que já defendeu o Grêmio, e o volante Videla, destaque da equipe.

LEIA MAIS:
Goleiro do Boca Juniors é suspenso por seis jogos em Campeonato Argentino
Kaká revela seu time dos sonhos com trio de Ronaldos

O Racing Club foi fundado no dia 25 de março de 1903 graças a junção de dois clubes: o Colorados Unidos al Sud e o Football Club Barracas al Sud. Depois de 112, sobram motivos para celebrar o aniversário de um dos clubes mais tradicionais da Argentina.

A Academia, como é conhecido, marcou a segunda metade do século XX, conquistando o hepta-campeonato de 1913 a 1919 de forma consecutiva. Além dos títulos de 1921 e 1925, conquistou 12 copas nacionais que transformaram o clube no maior vencedor da categoria.

Juan Carlos Salvini, Norberto Méndez, Rubén Bravo, Llamil Simes e Ezra Sued comandaram a equipe em 1949, devolvendo o protagonismo do início da era profissional ao clube, sendo tri-campeões em 1949, 1950 e 1951, sob o comando de Guillermo Stábile. Mais tarde, com Juan José Pizzuti e por Orestes Omar Corbatta, o Racing venceu os campeonatos de 1958 e 1961.

No dia 4 de novembro de 1967, no Estadio Centenario, Juan Carlos Cárdenas acertou lindo chute de esquerda no angulo direito do goleiro do Celtic e levou o Racing ao título mundial. Antes disso, o clube havia conquistado a Copa Libertadores de 1966 e 1967.

Depois de momentos conturbados, o Racing encontrou uma maneira de figurar-se entre os grande da Argentina mais uma vez, 35 anos depois. No campeonato Apertura de 2001, construiu uma campanha sólida e regular, foi campeão e deixou marcado a volta do Racing. Hoje, governado pelos votos de seus sócios, foi campeão em dezembro de 2014, com o ídolo Milito abrindo mão de altos salários na Europa para defender seu time de coração, já no final da carreira.

Hoje divide o favoritismo na Copa Libertadores da América de 2015 com o rival Boca Juniors, entre os concorrentes argentinos.

* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @paulogcanova

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista Esportivo formado pelo Mackenzie e pela UCLA com passagem pela Rádio Bandeirantes, fundador do perfil Arquivo do Futebol (@futebolarquivo) e jornalista do MLS Brasil. Escreve para o Torcedores.com desde 2014. Twitter: @paulogcanova