Relembre o gol de barriga mais importante da história do Fla-Flu

O chuvoso dia 25 de junho de 1995 guardaria surpresas maiores do que as nuvens poderiam indicar. Era domingo, dia de ir ao Maracanã e, principalmente, dia de Fla-Flu. De um lado havia um super Flamengo formado por Sávio e Romário, mas que também tinha Branco, Mazinho e Vanderlei Luxemburgo, como treinador. Do outro, estava o Fluminense, de Renato Gaúcho, Ailton, Ézio e Djair, sob o comando de Joel Santana. E diante das duas equipes estava o título da Campeonato Carioca.

LEIA MAIS:
Capitão do Flamengo, Wallace afirma: “A gente nunca recebeu salário atrasado”
Para garantir audiência, Globo deixa Fla-Flu de lado por jogo do Botafogo

Para os torcedores tricolores, essa partida tem um significado maior, já que foi com o gol de barriga mais importante da história do Fla-Flu que o time das Laranjeiras encerrou um jejum de nove anos sem vencer o Estadual. Os flamenguistas, que comemoravam o centenário do clube, tiveram que lamentar a derrota, mesmo vendo seu time mostrar uma recuperação sensacional na partida.

Com mais de 120 mil pessoas presentes no Estádio Jornalista Mario Lago Filho, o Fluminense fez um primeiro tempo extraordinário. Tudo deu certo para o Tricolor, que abriu o placar com Renato Gaúcho aos 30 minutos e aumentou ainda na primeira etapa com Leonardo, aos 42. No segundo tempo, oos 26 minutos Romário marcou pela primeira vez (em uma partida oficial) um gol contra o Fluminense e aos 32 minutos, Fabinho fez o gol de empate.

O resultado daria o título ao Flamengo, mas quis o destino que tudo mudasse de figura aos 42 minutos. O meia Ailton, após dois dribles, arriscou um chute forte da direita para a pequena área rubro-negra. A bola ia para fora, mas desviou na barriga de Renato Gaúcho e foi para o fundo da rede adversária. Festa para a torcida do Fluminense!

Para Renato Gaúcho, autor do gol, “foi uma data marcante, fazia muito tempo que o Fluminense não ganhava um título. É um dos gols mais importantes que tenho ao lado dos que fiz no título mundial do Grêmio. Foi também o gol mais esquisito que já fiz”, disse ao Lancenet.

Embora o próprio Renato saiba que sua história no futebol antecede a esse gol histórico, a barriga santa, como ele mesmo chama, fez como aquele jogo fosse imortalizado e que seu nome tivesse um pouco mais de importância para os Fla-Flus:

“Sem dúvida alguma. É, sim, porque foi a decisão do campeonato. O Fluminense foi campeão, eu fiz aquele gol de barriga e, sem dúvida, entrou para a história. Nesse jogo, eu fiz o primeiro gol, e ninguém fala do primeiro gol. Todo mundo fala do gol de barriga. Para você ver que não é só na minha cabeça: é na cabeça de todo mundo. Ficou muito marcado. É uma coisa que me orgulha. É importante jogar em um clube e fazer história”, disse Renato Gaúcho ao Globoesporte.com.

Contudo, não custa lembrar que para o árbitro da partida, o gol foi de Aílton e não de Renato Gaúcho, conforme o próprio Léo Feldman registrou na súmula da partida.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 2 FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 25/6/1995
Árbitro: Léo Feldman (RJ)
Renda e Público: R$ 1.621.850,00 / 109.204 pagantes
Cartões vermelhos: Sorlei, Lira e Lima (Fluminense); Marquinhos (Flamengo)
Gols: Renato Gaúcho 30″/1ºT (1-0); e Leonardo 42″/1ºT (2-0), Romário 26″/2ºT (2-1), Fabinho, 32″/2ºT (2-2) e Renato Gaúcho* 42″/2ºT (3-2)

FLUMINENSE: Wellerson; Ronald, Lima, Sorlei e Lira; Márcio Costa, Aílton, Djair e Rogerinho (Ézio); Renato Gaúcho e Leonardo (Cadu). Técnico: Joel Santana

FLAMENGO: Roger; Marcos Adriano (Rodrigo), Gélson, Jorge Luís e Branco; Charles, Fabinho, Marquinhos e William (Mazinho); Sávio e Romário. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Relembre os gols:

Foto: Fluminense/Divulgação