Seleção brasileira sub-23 é vaiada após empate com México

Foto: Rafael Ribeiro / CBF

Comandada por Alexandre Gallo, a seleção brasileira sub-23 ficou no 0 a 0 com o México em amistoso disputado no Estádio Castelão, em São Luís, neste domingo (29). Insatisfeita com o resultado, a torcida maranhense protestou com vaias após o apito final.

LEIA MAIS:
Aposta de Dunga, Firmino decide e sonha com vaga na Copa América
Show de Vitinho e drama de Talisca marcam goleada brasileira sobre o Paraguai
Arena Corinthians é selecionada para receber jogos de futebol nas Olimpíadas

“Brasileiro não tem paciência, eles querem ver gols, boas jogadas. Não conseguimos impor nosso ritmo de jogo, que é ofensivo, mas o saldo desses jogos foi positivo”, declarou Felipe Anderson, que joga na Lazio, da Itália.

O técnico Alexandre Gallo reconheceu a dificuldade encontrada pela seleção brasileira dentro de campo. “É sempre duro jogar contra o México, mas fortalecemos nossa equipe, que se acostuma com a cobrança de jogar dentro de casa antes da Olimpíada”, avaliou.

Para o jogo contra o México, Gallo escalou um time reserva, totalmente modificado com relação ao que goleou o Paraguai no último jogo. “O mais importante foi observar o pessoal que começou o jogo, agora vamos pensar em setembro”, continuou ele, referindo-se ao próximo compromisso da seleção brasileira sub-23.

A convocação para a Olimpíada terá 18 jogadores, sendo apenas três acima de 23 anos. O goleiro Jefferson e o atacante Neymar aparecem como favoritos, mas Gallo ainda faz mistério. “Estamos procurando um caminho, vamos deixar chegar mais perto para definir as escolhas”, concluiu o técnico.