“A vontade é ficar no Corinthians, mas preciso pensar melhor”, diz Guerrero sobre a renovação

Autor de três gols da goleada corintiana sobre o Danubio (4 a 0), na Arena, pela Copa Libertadores, o atacante Guerrero, mais uma vez não confirmou se vai renovar o seu contrato, que vence no dia 15 de julho. Em entrevista ao canal Fox Sports, o peruano mostrou interesse na permanência, mas vai pensar muito bem antes de tomar a decisão, já que caminha para o final da carreira.

LEIA MAIS:
Corinthians goleia novamente na Libertadores e está a um passo da classificação; assista aos gols 
Elias é alvo de racismo em Corinthians x Danubio pela Libertadores; assista
Jornalista do Sportv é desmentido ao vivo por presidente do Corinthians sobre Guerrero

“Minha vontade é ficar no Corinthians, mas tenho que pensar que estou quase no final da carreira. Tenho 31 anos. Tenho pensar bem em que vou fazer. Gosto muito dos companheiros, do clube, da cidade de São Paulo. Gostaria de acertar logo e ficar com a cabeça mais fria”, disse.

O camisa 9 confirmou que ainda não começaram as conversas com a diretoria do clube para a ampliação do vínculo.

“Temos que resolver uma coisa dentro do Corinthians (atrasos no pagamento de direito de imagens de alguns jogadores do elenco). Quando estiver saldado isso, podemos começar a conversar sobre a renovação”, explicou.

A gestão passada do presidente Mario Gobbi iniciou as conversas para a prorrogação contratual, porém, o staff do atacante pediu US$ 7 milhões (R$ 23 milhões, nos valores atuais) em luvas, enquanto o clube ofereceu US$ 4 milhões (R$ 13 milhões).

Eleita em fevereiro, a atual gestão admite pagar até US$ 5,5 milhões (R$ 18,3 milhões), parcelados ao longo de três temporadas, que seria o tempo do novo acordo. Os salários subiriam de R$ 480 mil para R$ 500 mil.

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)