Amputada, sobrevivente de atentado em maratona de Boston volta a competir

atentado

No dia 15 de abril de 2013, Rebekah Gregory viu um atentado terrorista mudar completamente sua vida. Ela é uma dos sobreviventes do ataque ocorrido na maratona de Boston e no últimos domingo, quase dois anos após a tragédia, voltou a competir.

Na ocasião, Rebekah passou por 17 cirurgias para tentar salvar sua perna esquerda, teve parte parte do membro amputado, mas o procedimento não a impediu de querer seguir sua vida como atleta e, desde então, vem treinando com uma prótese. De acordo com o Yahoo News, a norte-americana voltou a competir na Maratona das Cidades da Unesco, no norte da Itália.

“Da próxima vez que os terroristas forem me atacar, vão ter que se esforçar mais. Eles podem até ter tirado minha perna, mas, no lugar, me deram uma quantidade insana de determinação”, disse a atleta para em uma publicação no Instagram.

Foto: Reprodução/Facebook



Flávio Moreira é jornalista especializado em mídias sociais. Com passagens por UOL e Electronic Arts, é apaixonado por esporte e acredita na produção de conteúdo feito de torcedor para torcedor.