Anderson Silva tem aval e disputa seletivas olímpicas para Rio-2016

Após pedir à Confederação Brasileira de Tae kwon do (CBTkd) para fazer parte da seleção brasileira visando os Jogos Rio 2016, Anderson Silva teve um sinal verde nessa quarta-feira. A entidade permitiu que o ex-campeão dos médios de MMA participe das seletivas olímpicas, segundo informações do site Globoesporte.com. Vale lembrar que o ‘Spider’ iniciou sua trajetória nas artes marciais exatamente no tae kwon do.

LEIA MAIS:
Anderson Silva pede outra luta com Nick Diaz, mas no Brasil
Opinião: Anderson Silva quer limpar a imagem com Olimpíada
Anderson Silva pede para lutar taekwondo na Rio-2016, diz Confederação

O plano de Anderson, de 84kg, era disputar as Olimpíadas entre os pesados (+ 80kg). Na categoria, o lutador teria como principal rival a nível nacional Lucas de Oliveira. 

O Brasil já tem quatro vagas garantidas por ser sede olímpica — outros quatro lugares podem ser garantidos através do ranking mundial. As seletivas internas, que definirão os nomes em cada categoria, acontecerão no início do ano que vem.

O Spider tem enorme chance de ser punido pela Comissão Atlética de Nevada e, consequentemente, não poderá lutar no estado norte-americano. Anderson seria julgado no próximo dia 21 de abril, porém fez um requerimento para a audiência ser em maio.

O lutador de 40 anos foi flagrado com substâncias proibidas nos exames antidoping pré e pós-luta contra Nick Diaz em janeiro. Fala-se nos bastidores que Anderson deva receber uma suspensão que varia de nove meses a dois anos.

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.