As expectativas sobre Rosberg para o GP do Bahrein

fonte: Instagram nico

Terminada a terceira etapa do certame na China, tiveram início as reclamações e o chororô de Nico Rosberg. Na entrevista coletiva após corrida, o alemão acusou o companheiro de equipe, Lewis Hamilton de andar em um ritmo lento, o que teria causado um desgaste prematuro de seus pneus e ouviu como resposta: “Se eu estava andando lentamente, você deveria ter me passado, não?”.

LEIA MAIS: O jogo dos motores Mercedes na F1

Passada a polêmica da entrevista coletiva, Nico rebateu um Tweet de Lewis, mas após resposta descobriu que respondera para um Twitter falso, os pilotos foram chamados para uma reunião e o alemão enfim declarou que a “revolta” contra o companheiro após corrida em Xangai fora coisa de momento e que agora está tudo resolvido.

Durante as férias entre as temporadas 2014 e 2015, Nico deu diversas declarações de que viria psicologicamente mais forte para a nova temporada, reaprendeu a respirar em curvas de alta, colocou fotos nas redes sociais onde mostrava treinos árduos tudo para melhorar seu desempenho dentro das pistas, o que (infelizmente) não apareceu até agora.

Se há alguém que pode mudar os rumos do campeonato, esse alguém é Rosberg, pois só ele tem nas mãos o mesmo carro de Lewis, ano passado Hamilton oscilou momentos psicológicos o que fez com que o campeonato fosse decidido apenas na ultima etapa, diferente do que se ocorre esse ano. Hamilton apresenta uma superioridade em termos de psicológico e de velocidade, em duelos internos de posição de largada e chegada o alemão perde feio, 3×0 em três etapas disputadas.

Se Rosberg não fez frente à Hamilton até agora, não acredito que o fará no Bahrein, embora tenha cravado a pole em 2014, Nico precisa parar de ser omisso e achar que o segundo lugar está bom, se tem o melhor carro na mão tem que querer vencer, ser campeão, mas não está sendo páreo para o companheiro de equipe. A meu ver essa é a última chance do alemão tentar se impor no campeonato, embora estejamos no “começo” temporada, se Nico não o fizer nesse final de semana, a taça de tri campeão já pode ser entregue à Hamilton.



Serranegrense de 26 anos. Diferente da maioria dos escritores,não sou jornalista formado, e sim cientista, detalhe esse que não diminui minha paixão pela escrita automobilística. Apaixonado por esportes à motor desde criança, se há corrida passando na TV, paro pra assistir independente do que tenho pra fazer. F1, F-Indy, Motogp, Stock Car, Formula-E.