Como Tite deve escalar o Corinthians sem Guerrero?

É inegável a qualidade do atacante Paolo Guerrero. O peruano é o artilheiro do Corinthians na temporada e dentro da área impõe respeito aos adversários. No entanto, pegou dengue, virou baixa inesperada na partida contra a Ponte Preta, no último sábado, pelas quartas do Paulistão e deve ficar afastado dos gramados por cerca de 10 dias. Assim, também ficaria de fora contra San Lorenzo (Copa Libertadores) e Palmeiras (semifinal do Paulistão). Como Tite deve escalar o time sem o seu camisa 9?

LEIA MAIS:
Guerrero é confirmado com dengue e desfalca time na Libertadores e Paulistão
Corinthians x Palmeiras fazem uma das semifinais do Campeonato Paulista

A opção natural é Vagner Love. O atacante, inclusive, iniciou a partida contra a Macaca como titular. No entanto, encontrou muitas dificuldades para acertar o posicionamento. Cresceu de rendimento a partir de uma mudança tática feita por Tite na volta do intervalo. Meia de origem, Renato Augusto foi adiantado ao ataque, se aproximando de Love, com a mudança do esquema 4-1-4-1 para o 4-2-3-1. Em poucos minutos, a estratégia deu certo. Após boa troca de passes, Love fez bem o pivô para Renato Augusto marcar o gol da vitória.

A tendência é que para o duelo da próxima quinta-feira, contra o San Lorenzo, na Arena, pela Libertadores, Tite repita a mesma formação que suou para derrotar a Ponte Preta.

Uma outra opção para substituir Guerrero seria a entrada de Danilo. É bom lembrar que em três jogos da competição sul-americana, o treinador usou o meia como “falso” centroavante, quando não pôde usar o peruano, suspenso pela Conmebol, após agredir atleta do Once Caldas ainda na partida de ida pela fase preliminar. Danilo agradou na função, porém, dificilmente deve ser titular contra os argentinos. Não possui condições físicas para disputar 90 minutos, ficou 10 dias afastado em decorrência de uma tendinite no joelho. Disputou os minutos finais da partida contra a Ponte substituindo Vagner Love.

Qualquer que seja a escolha do treinador, o Corinthians sentirá a falta da presença ofensiva de Guerrero, que hoje é o maior centroavante em atividade no futebol brasileiro. Sem ele, a equipe perde a movimentação no ataque e principalmente o poder de definição.

O Timão terá mais um problema para a partida contra o Palmeiras, no próximo domingo, pela semifinal do Campeonato Paulista. Além de não contar com Guerrero, terá o desfalque do atacante Emerson Sheik, suspenso pelo terceiro amarelo. Como Tite montará a equipe sem ambos? Isso será assunto para um novo post ainda nesta semana…

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)