Derrota para o Porto derruba médico que trabalhava há 40 anos no Bayern

Getty Images

A surpreendente derrota do Bayern de Munique para o Porto por 3 a 1 no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa causou a queda de um funcionário histórico do time alemão. O médico Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahrt, que trabalhava há 40 anos na equipe, pediu demissão após considerar que houve “quebra de confiança” no clube.

LEIA MAIS
Porto joga muito e faz 3×1 no Bayern; Veja os gols

Segundo o jornal Marca, o médico considerou que o técnico Josep Guardiola jogou a culpa da derrota em cima da equipe que cuida dos jogadores. Müller-Wohlfahrt disse que “por razões inexplicáveis, se responsabilizou o departamento médico pela derrota”.

Após o jogo, Guardiola havia atribuído o revés aos desfalques que o Bayern teve. “A situação é essa: a eles faltaram alguns dedos das mãos, e a nós as duas mãos. É uma situação difícil, mas convivemos com ela durante duas ou três semanas, inclusive eu diria que durante os últimos dois anos. É uma questão de adaptação”, disse o treinador.

A lista de ausências contra o Porto incluiu Ribery, Robben, Javi Martínez, David Alaba, Bastian Schweinsteiger e Benatia. O médico Müller-Wohlfahrt também trabalha com a seleção alemã de futebol e é um dos profissionais mais respeitados do mundo, mas, segundo a imprensa alemã, as diferenças com Guardiola estavam ficando evidentes há algum tempo.

O Bayern precisa vencer o Porto por 2 a 0, ou por três gols de diferença no jogo de volta, em Munique, para ficar com a vaga nas semifinais da Liga dos Campeões.

Foto: Getty Images



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.