Felipão ainda não vê o Grêmio maduro e dá apoio ao contestado Braian Rodríguez

Felipão orienta jogadores na vitória sobre o Campinense

Sem sustos, o Grêmio derrotou o Campinense por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Arena e avançou à segunda fase da Copa do Brasil. De quebra, o Tricolor chegou a 14ª partida seguida sem perder na temporada. Mesmo com o bom momento, o técnico Felipão fez algumas críticas pontuais ao time, ficou incomodado com o excesso de gols perdidos contra os paraibanos e defendeu o atacante Braian Rodríguez, alvo de críticas da torcida e de parte da imprensa.

LEIA MAIS:
Grêmio bate o Campinense e avança na Copa do Brasil; confira os gols

“O time não está totalmente maduro. Hoje, ainda cometeu alguns erros. Em alguns momentos, a equipe esteve muito ansiosa”, afirmou.

Ao longo da partida, o Grêmio perdeu muitos gols, sobretudo no primeiro tempo, quando não conseguiu vazar o goleiro Gledson. Felipão não ficou nada satisfeito com as chances desperdiçadas e criticou o excesso de preciosismo de seus atletas.

“Em uma mesma jogada erramos três (oportunidades). A preciosidade que temos. Gol pode ser feito de canela, de qualquer jeito. Gol tem é que ser feito. Poderíamos ter feito o primeiro gol no primeiro minuto. Fomos errando gols até que o fizemos. O gol só saiu porque o Giuliano errou o chute e sobrou para o Douglas. Se tivéssemos feito o gol no inicio, era outra situação e tranquilidade que teríamos para colocar o Campinense em uma situação bastante ruim”, analisou.

Mais uma vez, o treinador escalou o contestado Braian Rodríguez, porém, o uruguaio chegou ao sétimo jogo seguido sem balançar a rede e irritou a torcida. Fez apenas um gol contra o Cruzeiro-RS na primeira fase do Campeonato Gaúcho. Mesmo com o jejum, o comandante destacou a obediência tática de Braian e sinalizou que o centroavante seguirá no time pelo menos contra o Juventude, na partida de volta da semifinal do Estadual. No final de semana passado, o Tricolor venceu o rival por 1 a 0, no Alfredo Jaconi.

“Aquilo que lhe é solicitado, ele tem feito. Em outras, tem errado, mas isso faz parte do trabalho dele. Entendemos que alguns setores da imprensa querem que ele saia da equipe de qualquer jeito. O Juventude tem uma bola parada muito boa que pode causar dificuldades. O Braian é importante na parte defensiva”, explicou.

O Grêmio volta a campo no próximo sábado, contra o Juventude (16h), na Arena. A equipe joga por qualquer empate para avançar à mais uma decisão do Estadual.

crédito foto: Lucas Uebel/Site oficial do Grêmio

 

 

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)