Filipinho é eliminado precocemente e pode perder 2o lugar do ranking mundial

Na quarta bateria do dia, o brasileiro Filipe Toledo, que venceu a primeira etapa do ano, e chegou nas semi na segunda, encontrou ondas gigantes para duelar contra Ricardo Christie, da Nova Zelândia, porém, é eliminado ainda na segunda rodada da competição pelo novato do circuito, que somou 13.26 contra 13.07 da sensação brasileira na temporada.

LEIA MAIS:
Mineirinho avança em repescagem contra Alejo Muniz
Medina é eliminado na 2a rodada e se distancia na briga pelo bi mundial

Filipinho começou bem, e após 3 ondas, sendo uma delas um cinco, achou um belo tubo, que lhe rendeu um 7.60. Porém, o garoto da Nova Zelândia encontrou uma onda melhor ainda que o ex-segundo colocado do ranking mundial, ganhando 7.83. Filipinho liderava até os 7 minutos finais, quando tomou a virada após 5.43 do atleta adversário. Toledo ainda teve uma última onda boa, mas os 5.47 não foram suficientes e Filipinho é eliminado, podendo perder a segunda colocação do ranking mundial.

Para que isso não ocorra, o brasileiro agora torce para que o Australiano e líder do ranking, Mick Fanning, não avance às fases finais da competição, para não abrir uma grande vantagem dos demais. A queda precoce de Mineirinho também manteria filipinho entre os primeiros, porém, a torcida de Filipe é para que isso não ocorra.

A próxima etapa será no Brasil, e começa no dia 11 maio, e Filipinho, junto com todos os outros do brazilian storm esperam ir bem na competição, pois terão a ajuda massante da torcida brasileira.

Crédito da imagem: Divulgação
* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @aleextavares



Jornalista em formação no Mackenzie, estagiário do Torcedores.com e fotógrafo. Fanático por basquete, tênis, surf, futebol e futebol americano.