Fluminense consegue certificado de Clube Formador de Atletas

Divulgação/Fluminense FC

O Fluminense é o primeiro clube grande do Rio de Janeiro a obter o certificado de Clube Formador de Atletas. O título foi dado ao Tricolor na última semana e garante indenização caso qualquer atleta amador deixe o Fluminense rumo a outro time. No Estado do Rio de Janeiro, somente o Nova Iguaçu tem o certificado.

LEIA MAIS:
Flu sofre com falta de opções para substituir Fred; veja as alteranativas

O título, importante para as divisões de base, era meta do Fluminense há bastante tempo. Sem ajuda da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, o Fluminense teve de acionar a CBF para obter o certificado. Para que a honraria fosse concedida, o Fluminense teve de cumprir diversas obrigações, como a presença de profissionais como médicos, preparadores físicos, nutricionistas, assistentes sociais e educacionais. Um programa de alimentação também precisou ser apresentado pelo clube. Itens como vestiários em condições de segurança, higiene, entre outros, também tiveram de ser comprovados.

“Temos que ressaltar que o Fluminense já estava pronto para receber há bastante tempo, quase um ano, mas tivemos muita dificuldade para que a Federação viesse aqui avaliar. Como não vieram, fizemos via CBF, e, finalmente, temos o certificado. Cumprimos todos os itens. É um orgulho muito grande. Estamos em conformidade com a legislação e nos protegemos quando a possíveis indenizações no futuro”, disse o gerente da base do Fluminense, Marcelo Teixeira, ao “Globoesporte.com”.

O certificado vai auxiliar o Fluminense a evitar casos como o do meia-atacante Paulo Vitor. O jogador de 15 anos causou polêmica entre o Tricolor e o Vasco ao deixar o Flu e ir para o rival. A alegação era de que a bolsa que ele recebia no Fluminense estava atrasada, versão contestada pelo clube das Laranjeiras.

Crédito da foto: Divulgação/Fluminense FC

* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @matheusadami



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.