Gabriel Jesus estreia com gol, e seleção sub-20 vence o Qatar na Áustria

CBF/ Divulgação

A seleção brasileira sub-20 conquistou boa vitória no primeiro dos amistosos que disputará na Áustria, em preparação para a disputa do Mundial da Nova Zelândia. Em jogo realizado em Salzburg nesta segunda-feira (13), o time comandado por Alexandre Gallo venceu o Qatar por 3 a 0. Destaque para o atacante Gabriel Jesus, do Palmeiras, que em sua estreia pelas seleções de base, anotou o segundo gol da vitória brasileira sobre os campeões asiáticos. Ewandro, do São Paulo e Judivan, do Cruzeiro, foram os autores dos outros dois.

LEIA TAMBÉM:
Confira a lista de convocados por Alexandre Gallo para a seleção sub-20
Flamengo prepara joias do sub-20 para herdar a camisa 10

Jogando mais recuado do que no Palmeiras, Gabriel Jesus, único nascido em 1997 e com idade para os próximos dois Mundiais Sub-20 e Jogos Olímpicos – mostrou personalidade e tentou jogadas individuais, dividindo a armação com Gabriel Boschilia, incumbido de voltar pra buscar a bola no campo defensivo como um autêntico camisa 10 – Boschilia foi, também, o capitão da equipe. O posicionamento do são-paulino como box-to-box pela esquerda, como Jack Wilshere faz no Arsenal, casa com as características do meia e pode dar certo.

A vitória com certa tranquilidade surpreende pelo bons resultados conquistados pelo adversário em questão. Se nos profissionais ocupa apenas a 99ª posição no Ranking da Fifa – o Brasil é o 5º, o Qatar trata sua geração sub-20 como fonte de esperança para o país na Copa de 2022, muito por conta do título continental no ano passado. No AFC U19 Championship, a equipe comandada pelo espanhol Félix Garcia foi campeã invicta, com cinco vitórias em seis jogos, com um elenco formado quase totalmente por atletas que atuam no futebol europeu, com destaque para a dupla do Eupen-BEL: Ahmad Al Saadi e Ahmad Doozandeh, e para o 97 Abdullah Ali, que joga no Real Madrid.

O rival já era bastante conhecido por Alexandre Gallo, que enfrentou a mesma safra em maio do ano passado, pelo Torneio de Toulon, na França. A goleada brasileira por 7 a 0, contudo, teve um contraste grande de gerações: enquanto a seleção pentacampeã usou atletas 93-94, a Marrom foi à competição com um grupo sub-19. O confronto serviu, também, como parâmetro sobre um dos adversários na primeira fase do Mundial. Isso porque o terceiro jogo do Brasil será contra a Coréia do Norte, vice-campeã asiática e derrotada duas vezes pelo Qatar no AFC. O Qatar integra o grupo C, ao lado de Portugal, Senegal e Colômbia.

Os gols

Surpresa na escalação inicial e outro que debutava no selecionado nacional, Jean Carlos Rocha iniciou a jogada que abriu o placar logo aos 10 minutos da primeira etapa. O atacante que atua nas divisões de base do Real Madrid recebeu passe de Flávio e cruzou na medida para Ewandro cabecear. Como mostra a foto acima do alinhamento dos 11 titulares brasileiros, o são-paulino usou a camisa 9 e atuou mais centralizado, revezando na função com o jogador do time espanhol – que usou o número 7..

Na segunda etapa, a joia palmeirense deu seu cartão de visitas. Assim como já fez muito na base do clube, Gabriel Jesus arrancou em velocidade, passou pelo goleiro e empurrou com calma pro fundo das redes. Já com o ex-flamenguista Caio Rangel em campo na vaga de Ewandro – Judivan foi centralizado, o Brasil chegou ao terceiro gol. Na entrada da área, o jogador do Cagliari disputou a bola, que sobrou para o cruzeirense finalizar com categoria e concluir a vantagem.

Com o placar dilatado, o treinador brasileiro usou os minutos finais para realizar trocas e observações. Jean, Jéfferson, Jorge e Boschilia deixaram o campo para as entradas de, respectivamente, David, Rodrigo Ramos, Alef e Andreas Pereira – que gera grande expectativa não só na seleção brasileira, como também sobre seu futuro na próxima temporada, já que é pivô de nova disputa entre Manchester United, PSG e Juventus.

O time que iniciou a partida foi: Jean; Jéfferson, Iago Maidana, Bruno Viana e Jorge; Flávio Medeiros, Boschilia e Gabriel Jesus; Jean Carlos, Ewandro e Judivan

Próximo adversário

O Brasil volta a entrar em campo nesta quarta-feira, em Linz, onde enfrenta Honduras, às 15h (horário de Brasília), com transmissão do Sportv. Integrantes do grupo F do Mundial – com Alemanha, Fiji e Uzbequistão, os hondurenhos (76º no ranking da Fifa) se classificaram por conta da quarta melhor campanha no torneio sub-20 da CONCACAF, em janeiro. Los Catrachos bateram o Qatar na última sexta-feira, por 3 a 2, e apostam no atacante Bryan Róchez, que atua no Orlando City ao lado de Kaká, como o grande nome da equipe. Previamente divulgada como primeiro confronto do Brasil na Áustria, a seleção de Camarões não conseguiu visto para o país e não jogará os amistosos.

(Foto: CBF/ Divulgação)



Jornalista formado pela Fiam-Faam (2016), começou a acompanhar futebol de base a partir de 2007. Colaborou para o site Olheiros.net, foi setorista do Jornal Guarulhos Hoje e trabalhou na Press FC Assessoria e na Revista Palmeiras. Escreve para o Torcedores.com desde 2015.