Galo perde do Atlas-MEX e se complica; confira como foi o jogo

Os jogadores do Galo suaram a camisa, mas não conseguiram voltar vitoriosos pra casa. O Atlas do México, venceu os mineiros por 1 x 0 nesta quinta rodada da Copa Libertadores, no Estádio Jalisco. Quando enfrentaram o Atlas, em 25 de fevereiro, os Atleticanos tiveram sua primeira derrota da história do Horto, na Libertadores.

Leia Mais:
Atlas-MEX x Atlético-MG: Acompanhe o placar AO VIVO
Opinião: Levir Culpi: O burro está sem sorte

O primeiro tempo de jogo teve um Atlético guerreiro, porém, parecia se desencontrar em campo. O time do Atlas percebeu as fraquezas do rival, e ofereceu mais perigo, na verdade “muito perigo”, obrigando o goleiro Victor a operar três verdadeiros milagres!

Uma destas tentativas, resultou em gol. Um belo gol que iniciou com um lançamento de Castillo pela direita, e encontrou o meio-campista Arturo González que se desvencilhou da marcação do Galo, se infiltrando na área e marcando com categoria o gol do Atlas aos 38 minutos de jogo.

O segundo tempo foi tecnicamente equilibrado, porém novamente os mexicanos tiveram mais chances de gols. A medida que o tempo passava, a disputa ficava mais acirrada, o que incitou faltas duras. Leandro Donizete levou cartão amarelo e está fora do próximo jogo da Libertadores. O meia Dátolo, que não fez boa partida, e já havia sido advertido com cartão amarelo no primeiro tempo, correu risco de expulsão, após cometer uma falta perigosíssima, e imediatamente foi substituído por Danilo Pires.

Nos últimos 10 minutos de jogo, o Galo pareceu despertar. Carlos teve duas ótimas chances de gol, uma com passe de Luan e a outra com lançamento de Guilherme. Luan também conseguiu chegar com perigo, mas o goleiro Frederico Vilar defendeu, garantindo a vitória do Atlas por 1 x 0. O resultado só não foi pior para o Atlético, graças a brilhante atuação do goleiro Victor.

O próximo jogo do Atlético será na quarta-feira (22), as 19h45 no Estádio Independência. O time de Levir Culpi enfrentará o Colo-Colo, e terá que ganhar por uma diferença de no mínimo dois gols, para garantir a classificação no campeonato. No jogo de ida, os mineiros foram derrotados por 2 x 0. Se em 2014 a frase era: “Caiu no Horto está morto”, em 2015 pode-se dizer; “A gente tenta, mas a bola não entra”.

Foto: Getty Images



Estudante de jornalismo na Umesp, e de futebol na Universidade do Futebol. Trabalha na rádio Jovem Pan, no programa \"No Mundo da Bola\". Fez algumas participações comentando sobre futebol na rádio Bradesco Esportes FM. Apaixonada e viciada em tudo o que acontece no mundo da bola; dentro e fora das quatro linhas!