OSCAR DO ESPORTE! Djokovic desbanca CR7 e Hamilton como melhor atleta do ano

Número 1 do mundo absoluto do tênis mundial, Novak Djokovic não para de colecionar troféus. Nessa quarta-feira, o sérvio foi escolhido o melhor esportista de 2014 na tradicional cerimônia do Prêmio Laureus, o ‘Oscar’ do Esporte, realizada em Xangai, na China. O sérvio finalizou a última temporada como líder no ranking e um retrospecto de 61 vitórias em 69 partidas, faturando o ATP Finals, Wimbledon e os Masters de Indian Wells, Miami, Roma, Paris, além do ATP 500 de Pequim.

LEIA MAIS:
Teliana e Bia quebram jejum de 26 anos‏ e podem fazer duelo brasileiro em Bogotá
Roland Garros pagará mais de R$ 90 milhões em prêmios
Em baixa, Nadal chega a Monte Carlo para reeditar as regras no saibro

O número 1 do munro, que está disputando o Masters 1000 de Monte Carlo, recebeu a honraria da Princesa Charlene de Mônaco no luxuoso Monte-Carlo Sporting Club. “Esta é provavelmente a coroação da minha temporada 2014 que tem como destaques vencer Wimbledon, recuperar a liderança do ranking e me tornar pai”, disse Djokovic.

Na categoria principal, Nole desbancou nomes como o do craque português Cristiano Ronaldo, do piloto inglês de F1, Lewis Hamilton, do piloto espanhol de Moto GP, Marc Márquez e do golfista norte-irlandês Rory McIlroy. No ano passado, quem levou a honraria foi o piloto alemão de F1, Sebastian Vettel.

Djokovic conquista a estatueta pela segunda vez na carreira, sendo que a primeira, em 2012, coroou a incrível temporada anterior, quando faturou três Grand Slams (Aberto da Austrália, Wimbledon e US Open).

O suíço Roger Federer permanece como o maior vencedor do Prêmio Laureus, com quatro títulos seguidos entre 2005 e 2008, seguido do velocista jamaicano Usain Bolt, vencedor em 2009, 2010 e 2013. O espanhol Rafael Nadal conquistou a honraria em 2011 (premiando a temporada fantástica de 2010).

Entre as mulheres, a melhor esportista foi a etíope Genzebe Dibaba, especialista em corridas de média e longa distância. No ano passado, ela quebrou três recordes mundiais, nos 1500m, 3000m e na prova de duas milhas.

Brasil não foi bem
Com diversas celebridades, outros prêmios também ganharam destaque na cerimônia. Como não poderia deixar de ser, em ano de Copa do Mundo, a grande vencedora na categoria de Melhor Equipe foi a Alemanha. O piloto australiano de F1, Daniel Ricciardo, foi selecionado como a Revelação do Ano. Campeão mundial de surfe em 2014, Gabriel Medina estava entre os indicados na categoria Atletas de Esporte de Ação, mas acabou superado por Alan Eustace, vice-presidente do Google, que quebrou recorde ao saltar de paraquedas de um balão que sobrevoou a Terra numa altura superior a 40km.

Houve tempo para uma homenagem à ex-tenista chinesa Na Li, que se aposentou do esporte em 2014. Ela faturou dois títulos de Grand Slam (Roland Garros em 2011 e Australian Open em 2014) e chegou a ser número 2 do mundo, os maiores feitos para o tênis de seu país. Outro esportista local que também mereceu aplausos foi Yao Ming. O ex-jogador de basquete foi anunciado como membro da Academia Laureus, junto com o jogador de críquete indiano Sachin Tendulkar.

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.