Parlamentares norte-americanos pedem que Copa de 2018 não aconteça na Rússia

Os questionamentos sobre a realização da Copa do Mundo na Rússia, em 2018, vão ganhando cada vez mais mais força. Nesta quarta-feira, foram os senadores dos Estados Unidos que pediram à Fifa que a competição não seja realizada em virtude da intervenção russa na Ucrânia.

A carta enviada pelos parlamentares norte-americanos deixa bem clara a atitude que a Fifa deve tomar.

LEIA MAIS

Jornal inglês revela os sete alvos do Arsenal para a próxima temporada

“Com o objetivo de acabar com a crise na Ucrânia, solicitamos que a Fifa realize a Copa do Mundo num país alternativo e negue a Vladimir Putín o direito de sediar a competição”, diz a carta.

Nesta disputa entre nacionalistas e milícias rebeldes, a Rússia se mantém com tropas no territória ucraniano. O auge da crise entre os países aconteceu quando um avião da Malaysian Airlines com 298 pessoas foi derrubado, causando a morte de todos os passageiros e tripulantes.

(Foto: Getty Images)



Jornalista com passagens pela Rádio K (Goiânia) e sites Portal MF e PlanetaSportivo. Atualmente é Apresentador e Comentarista da Rádio RDG Esportes (www.rdgesportes.com.br) e editor de esportes do Jornal O Regional.