Presidente do Lyon é suspenso pela Federação Francesa por dois jogos após criticar árbitro

As declarações ditas por Jean-Michel Aulas, presidente do Lyon, em sua rede social após o jogo contra o Paris Saint-Germain, não pegaram bem. Pelo menos para a Federação Francesa de Futebol. O mandatário dos Les Gones foi suspenso por dois jogos pelo comitê de ética da entidade.

LEIA MAIS
Bem no Francês e na Liga dos Campeões, veja o desempenho do PSG na temporada

A partida entre PSG e Lyon empataram em 1 a 1 no último dia 08 de março. Na visão de Aulas, as polêmicas do jogo ocorreram quando o arbitro Clement Turpin não marcou dois pênaltis para o Lyon e mandar voltar a penalidade perdida por Ibrahimovic, que na segunda oportunidade estou as redes. A primeira que o goleiro Anthony Lopez pegou o juiz deu invasão.

Pelo Twiiter, Jean-Michel Aulas elogiou seus atletas e disse que a arbitragem foi fundamental para o resultado, das equipes que brigam pelo titulo francês.

“Parabéns aos meus jogadores e ao jovem time do Lyon. A série de erros da arbitragem é apavorante”, escreveu o mandatário.

Aulas ainda falou com a rádio francesa RMC  e reafirmou suas palavras ditas na rede social.

“No Twitter eu cumpro minha função de presidente. Eu tento colocar meu time na melhor posição possível. Isso significa defender o time, proteger os torcedores e, às vezes, colocar os que me insultam no lugar delas. às vezes sou irônico, eu brinco, mas eu nunca insulto ninguém”, explicou.

Foto: Getty Images



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.